Maceió-AL

No carnaval, coronavírus e Influenza H3N2 não escolhem locais nem classes sociais - sobreviver é a missão !

Veja também

        
Diga não ao Carnaval, Sim a vida ! Vacinas Já

Diga não ao Carnaval, Sim a vida ! Vacinas Já



Ilusão, ingenuidade, ou puro  lucro ? 

A maioria dos Governadores pretendem permitir o Carnaval pseudo-controlado em locais pré-determinados, mas de antemão , proibir com veemência as festividades nas ruas.

Vírus não escolhem locais para se propagarem, quem vai ser infectado, se ricos ou pobres!

Seria bom avisar que os vírus não escolhem locais para se propagarem, quem vai ser infectado, se ricos ou pobres, e que os testes  de coronavírus não são varinhas mágicas para aqueles que desejam reabrir as festas com ilusória segurança!


 A precisão dos testes em geral, depende de quando é realizado no curso da infecção de um indivíduo. 

Muitas pessoas assintomáticas com infecção por SARS-CoV-2 podem ser negativas - especialmente se estiverem na fase pré-sintomática, mas infecciosa. Como resultado, mesmo o programa de testes mais robusto do mundo não eliminaria a necessidade de distanciamento social


É preciso não cometer os mesmos erros de um passado bem recente !


Volto a repetir a mesma frase que : Nenhuma festa vale o risco de perder uma vida
Mas o risco de morrer é a única consequência que realmente deveria ficar na sua mente.! Portanto reflitam sobre o Carnaval de 2022 , exigindo do seu governo mais transparência sobre os dados epidemiológicos!


Em janeiro de 2020 , escrevi sobre Repensar o Carnaval e refletir sobre uma possível pandemia por coronavírus, reflexionando sobre os fatores que propiciariam a disseminação viral do Coronavírus com morbidade acentuada e mortalidade  naquele período - em 25 de dezembro de 2021,mais uma vez escrevi:  "Fatores de risco a considerar durante as festividades do Réveillon " enumerando diversos fatores que criariam menores ou maiores riscos a saúde da população !  



Precisamente em 26 de fevereiro de 2020,escrevi : Coronavírus : o primeiro de milhares que serão anunciados no Brasil pós- Carnaval, bem similar a postagem escrita em 01 de janeiro de 2022 :" Agora só resta aguardar a divulgação dos números de casos de morbidade e mortalidade por Covid-19 e H3n2 pós-festas de Réveillon" .





Sim as vacinas ,não ao Carnaval !!

Por hoje é só!
Mário Augusto

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>