Maceió-AL

Comitê da saúde deveria ter se reunido para evitar o São João em Alagoas; agora é só tapar o sol com a peneira

Veja também

AR NEWS NOTÍCIAS   Brasil, Maceió 07   de julho de 2022


Urge medidas adicionais para conter novamente a circulação viral, caso contrário, haverá dor e sofrimento com aumento acentuado da morbimortalidade em nosso estado provocada pelo coronavírus SARSCOV-2 
A calamidade previsível, prevenível, mas relegada !!
Covid-19 e São João : Uma calamidade previsível, prevenível, mas relegada !! 


Não há justificativa nenhuma que impedisse um parecer do dito comitê de crise da saúde antes das festas de São João condenando sua realização em Alagoas, mas pelo visto não aconteceu, e o Covid-19 mais uma vez recrudesceu!!

 Deveriam antes das festividades terem emitido nota oficial solicitando a suspensão das maratonas juninas e alertando a população sobre o que estamos vivendo(aumento de casos ,hospitalizações e mortes por Covid-19) e iremos viver ainda mais ,com dias lúgubres em relação a saúde pública

O aumento no número de casos , hospitalizações e mortes era o esperado pelos que professam a ciência neste país, e não vai ser palavras mansas que desnorteiam a realidade, culpando o povo por suas  aglomerações , que de certo modo foram estimuladas com a ocorrência das festividades, que irá afastar a responsabilidade dos gestores públicos diante o agravamento por disseminação ,hospitalizações e óbitos devido ao coronavírus SARSCOV-2 . Afinal , nesta terra não há somente um que tenha olho para ser rei, com milhares de cegos a segui-lo

Ficar alarmado com o número de mortes diárias , é como o bom e velho ditado que diz : agora é tarde para chorar o leite derramado !! , ou seja cair em prantos, reclamar ou se entristecer por algo de ruim que já aconteceu, e que era prevenível ,previsível e que poderia ser evitado ,bastando somente usar a lógica da ciência, em vez da irracionalidade em se obter um provável lucro para o estado advindo da movimentação financeira nas festividades, que pelo que parece, o único frenesim que existiu foi o da circulação  viral!


Demonstrar sobressalto após o aumento dos óbitos, é o mesmo que olvidar princípios básicos da estatística epidemiológica. Para o resultado final ser a morte , é necessário que haja doentes que procuram atendimentos ou não, internamentos onde logram em alta , ou o pior terminam em óbitos ! Portanto a morte é caracterizada como marcador tardio , para se ter como parâmetro necessário na atuação de medidas que visem uma contenção, com propósito de amenizar os danos gerados pelo patógeno em questão!

A testagem diária ,com seus respectivos resultados é um dos Marcadores Precoces de avaliação do cenário epidemiológico do SARSCOV-2 (coronavírus que causa a doença COVID-19) , associada ao número de atendimentos de Síndrome Gripal nas UPAs ,postos de saúde, hospitais de urgência e emergência etc e a constante observação das  solicitações por leitos, se  estão aumentando ou não , conforme os dados colhidos provenientes dos atendimentos e anotados no sistema de controle epidemiológico para a pandemia Covid-19.

Os indicadores chamados de precoces , são os primeiros que nos alertam para o agravamento com recrescimento da pandemia. Ou seja, antes de observarmos as internações e os óbitos, que são indicadores mais tardios, precisamos estar atentos primeiramente nos Indicadores Precoce .


No dia 26 de junho escrevi a postagem com o título : Festas Juninas aquecem a economia , o turismo e os leitos hospitalares por covid-19 em Alagoas

Continuei escrevendo:

Por acreditar no infinito valor que uma vida possui , acima de qualquer outro bem , afirmo que ninguém pode vir depois a alegar ,quando os adoecimentos e as mortes começarem a estampar com força nos noticiários , que desconheciam que o coronavírus estava e está ainda circulando com intensidade em todo o território brasileiro, e principalmente no estado de Alagoas.

Primeiro porque há notoriedade estampada pelos constantes Boletins da Fiocruz, sempre alertando e pedindo um maior controle vacinal, algo que não vislumbramos principalmente por falta de campanhas que motivem e atinjam a maioria de nosso povo e de uma maior busca ativa nas escolas (crianças e adolescentes)

Em segundo lugar, houve até uma tentativa do MP em "barrar" as festividades juninas , mas parece que não" havia "nenhuma argumentação no que se refere as aglomerações que ocorrem durante esse período facilitando uma maior transmissão viral.(leiam aqui) . Outrossim a preocupação da Procuradoria Geral do Estado de Alagoas estava direcionada aos prejuízos que acarretariam ao erário, caso fosse suspensa as festividades juninas.( leiam aqui)
Para leitura do artigo completo , siga o link

Essa é a nossa realidade , à mercê de poucos !!! Hoje, 07/07/2022, mesmo com o apagão de dados , Alagoas apresentou mais 712 novos casos de Covid-19, e três óbitos. 

Sejam sábios, e quando ouvirem que o governo vai promover uma festinha bem ali, recordem desse cavalo de troia recebido no São João!

Por hoje é só!
Maceió 07 de julho de 2022
Mário Augusto


🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui


Continue a leitura após o anúncio:
🟢Confira  Últimas Notícias 🌎



🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️



🖥️ FONTES : 


📙 GLOSSÁRIO:

Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>