Maceió-AL

Bruxelas permite que 13 países invistam 5,2 bilhões no setor de hidrogênio

Veja também

Água
Água
Logo AR NEWS NOTÍCIAS 24 horas
AR NEWS NOTÍCIAS 24 horas








🔵Para as últimas manchetes, siga nosso canal do Google Notícias on-line ou pelo aplicativo.  📰 aqui

A Comissão Europeia autorizou esta quarta-feira treze países da UE, incluindo Espanha, a investir 5.200 milhões de euros numa série de projetos focados na investigação e inovação na área do hidrogénio, sua implantação industrial ou a construção de infraestruturas.

A iniciativa, denominada IPCEI Hy2Use, foi notificada às autoridades europeias pela Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Grécia, Itália, Holanda, Polónia, Portugal, Eslováquia, Espanha e Suécia e nela participam 29 empresas num total de 35 projetos, informou o Executivo Comunitário.

Estes Estados-Membros irão investir conjuntamente 5,2 mil milhões de euros e esperam que este desembolso desbloqueie outros 7 mil milhões de euros em investimento adicional do setor privado. A Noruega também participa como membro do Espaço Econômico Europeu (EEE) financiando mais dois projetos.

“Desenvolver tecnologias de baixo carbono e, em particular, hidrogênio verde, e construir a infraestrutura necessária para seu desenvolvimento nos aproximará do objetivo de a Europa ser o primeiro continente neutro em termos climáticos até 2050”, destacou o vice-presidente do Community Executive responsável pela Competição, Margrethe Vestager.

Assim, os projetos que integram o IPCEI Hy2Use vão abranger uma “ampla gama” da cadeia de valor do hidrogénio, apoiando a construção de infraestruturas, principalmente eletrolisadores de grande escala para a produção sustentável de hidrogénio, o seu armazenamento e o seu transporte.

Eles também se concentrarão no desenvolvimento de tecnologias "inovadoras e sustentáveis" para a integração do hidrogênio em processos industriais em "múltiplos" setores, especialmente "aqueles para os quais a descarbonização é mais complicada", como aço, cimento ou vidro.



Continue a leitura após o anúncio:
Confira  Últimas Notícias 🌎

O objetivo deste Importante Projeto de Interesse Europeu Comum (IPCEI) é "aumentar a oferta de hidrogénio renovável e de baixo carbono", contribuindo assim para o objetivo europeu de reduzir a dependência do gás natural como fonte de energia.

Bruxelas detalhou que alguns projetos serão desenvolvidos num “futuro próximo”, com vários eletrolisadores de grande escala operacionais entre 2024 e 2026 e “muitas das tecnologias inovadoras implantadas” entre 2026 e 2027.

A data prevista para a conclusão de todos os projetos é 2036, com variações nos calendários dependendo de cada projeto e das empresas neles envolvidas.

Esta é a segunda aprovação pela Comissão Europeia de um IPCEI relacionado com a cadeia de valor do hidrogénio, uma vez que as autoridades comunitárias já deram luz verde a outra iniciativa que se centra mais nos consumidores finais de hidrogénio e no setor da mobilidade.

📙 GLOSSÁRIO:


🖥️ FONTES :
 
Com Agências


🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

  Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>