{ads}

Primeiro-ministro britânico anuncia envio de 20 mil soldados para o Norte da Europa

Leia outros artigos :

Tropas britânicas na Base do Exército de Tapa. A foto é ilustrativa


Na última sexta-feira, 13/10, o Primeiro-Ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, dirigiu-se aos presentes em uma reunião da Força Expedicionária Conjunta (JEF), anunciando um compromisso robusto: o envio de 20.000 soldados britânicos para o Norte da Europa, incluindo a Estónia, no próximo ano. Este anúncio marca um passo audacioso na estratégia britânica, destacando a resolução do Reino Unido em fortalecer sua presença no Norte da Europa.

Sunak, em seu discurso, comprometeu-se não apenas a aumentar a presença britânica, mas também a aprofundar a cooperação na luta contra ameaças híbridas, além de proteger infraestruturas críticas na região. Mais de 20.000 soldados britânicos serão implantados na área, um movimento crucial para salvaguardar a infraestrutura nacional vital. Este reforço é uma resposta direta ao acelerado panorama de atividades híbridas e competição estratégica que se desenha na região.

Além do contingente terrestre, o Reino Unido posicionará oito navios da Marinha Real, bem como 25 jatos e helicópteros de ataque na área. Estas forças participarão não apenas de exercícios multinacionais de grande escala, mas também serão encarregadas de realizar policiamento aéreo e treinamento em condições de clima frio. Entre os navios, o imponente HMS Queen Elizabeth supervisionará a contribuição britânica no exercício Steadfast Defender da OTAN no próximo ano. Esta operação, com uma duração prevista de quase seis meses, será uma demonstração marcante do compromisso britânico com a segurança, com 16.000 soldados britânicos destacados para a Estónia e a Noruega.

Em um tom de advertência, Sunak reuniu-se com os parceiros do JEF na ilha de Gotland, ressaltando a importância de não cair na complacência após os contratempos sofridos por Putin na Ucrânia, que provocaram um comportamento cada vez mais perturbador em outras partes do mundo. O líder britânico alertou que, apesar das perdas significativas do Kremlin na Ucrânia devido a uma invasão brutal, os aliados não devem ser iludidos por uma falsa sensação de segurança. O Kremlin está reinvestindo em sua capacidade militar e buscando apoio de um número cada vez menor de parceiros malévolos e marginalizados, numa tentativa de reconstruir sua força e minar a estabilidade global.

Em um gesto de solidariedade, os parceiros concordaram que Gotland mobilizaria recursos do JEF para proteger infraestruturas marinhas críticas no Báltico, caso necessário. Além disso, o governo da Estónia anunciou na sexta-feira que os parceiros expressaram seu apoio à Estónia e à Finlândia após os danos causados ​​ao gasoduto Balticconnector e a um cabo de comunicações no Golfo da Finlândia.

É importante notar que este compromisso não é apenas uma medida isolada, mas parte de um esforço maior de cooperação entre países aliados. Na quarta-feira, o Ministro da Defesa da Estónia, Hanno Pevkur, e seu homólogo britânico, Grant Shapps, firmaram um novo acordo de cooperação a longo prazo entre os dois países. Este acordo reafirma o compromisso de alinhar a cooperação com os novos planos de defesa da OTAN ao longo da próxima década. Como parte dessa colaboração, está prevista a atribuição de uma brigada à Estónia, com seu destacamento planejado para 2025, bem como o apoio do Reino Unido para a criação de uma nova divisão, demonstrando um vínculo duradouro e estratégico entre as nações.

Este movimento estratégico, marcado por uma linguagem de determinação e solidariedade, reflete a seriedade com que o Reino Unido e seus aliados encaram as ameaças à segurança na região do Norte da Europa. Com uma postura firme e uma colaboração contínua, estas nações estão posicionadas para enfrentar os desafios vindouros, mantendo a estabilidade e a segurança em um cenário global em constante evolução.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.