-->

{ads}

Presidente iraniano Ebrahim Raisi ,tem encontro com terroristas do Hamas e da Jihad Islâmica um dia após ataque a Israel

Leia outros artigos :

Presidente do Birô Político do Hamas, Ismail Haniyeh (à esquerda), durante uma reunião com o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, em Teerã


O presidente do Irã, Ebrahim Raisi, manteve conversações com líderes de grupos palestinos, Hamas e Jihad Islâmica Palestina, um dia após o surpreendente ataque lançado pelo Hamas contra Israel.

Raisi discutiu os eventos em chamadas telefônicas com Ziyad al-Nakhalah, secretário-geral do Movimento da Jihad Islâmica, e Ismail Haniyeh, chefe do escritório político do Hamas, de acordo com a agência de notícias estatal.

O Irã elogiou o ataque palestino, descrevendo-o como uma "operação orgulhosa" e uma "grande vitória". As celebrações reverberaram em Teerã.

"Esta operação vitoriosa, que promete facilitar e acelerar o colapso do regime sionista, anuncia a iminente destruição do regime sionista", declarou Ali Akbar Velayati, conselheiro sênior do líder supremo do Irã, Ali Khamenei.

"Parabenizo esta grande e estratégica vitória, um aviso sério a todos aqueles que comprometem a região", acrescentou ele em uma carta ao Hamas e à Jihad Islâmica, aparentemente referindo-se às nações árabes que estabeleceram relações diplomáticas com Israel desde os Acordos de Abraham negociados em 2020.

Fereydoun Abbasi, membro do Parlamento iraniano, ecoou os sentimentos de destruição em relação a Israel: "Com as armas avançadas que possuímos, somos capazes de destruir Israel".

O grupo terrorista Hamas lançou uma operação surpresa contra Israel nas primeiras horas do sábado, um dia sagrado e feriado religioso. Eles dispararam milhares de foguetes contra Israel antes de seus combatentes se infiltrarem no território israelense por via aérea, terrestre e marítima.

A mídia local relata que pelo menos 1000 israelenses foram mortos e mais de 2.000 ficaram feridos. Acredita-se que dezenas de outros estejam mantidos como reféns em Gaza.

Em retaliação aos ataques israelenses contra Gaza, que visaram posições e instalações do Hamas, mais de 300 pessoas teriam sido mortas e centenas de outras ficaram feridas.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.