{ads}

Disseminando desinformação Pró-Kremlin: a atuação da Nova Resistência no Brasil - U.S Department of State

Leia outros artigos :

U.S Department of State


O Kremlin utiliza redes abertas e ocultas para manipular informações e espalhar ideologias autoritárias e antidemocráticas em todo o mundo. Um exemplo é a Rede Sincrética de Desinformação (SDN), que inclui o movimento Nova Resistência (Nova Resistênca no Brasil), Fort Russ News (FRN) e o Centro de Estudos Sincréticos (CSS). A Nova Resistência, a FRN e a CSS tentam parecer organizações autênticas e locais, mas na verdade têm laços estreitos e são cultivadas pelos conhecidos actores de influência maligna da Rússia. Todos eles promovem as ideologias neofascistas do filósofo russo Aleksandr Dugin, cuja Quarta Teoria Política (4PT) procura unir grupos de extrema-direita e de extrema-esquerda em todo o mundo para desestabilizar a democracia e derrubar a ordem internacional baseada em regras. As ligações das organizações com atores malignos conhecidos no ecossistema de desinformação e propaganda da Rússia, o seu histórico de envio de combatentes para ajudar a invasão da Ucrânia pela Rússia e os seus esforços para formar um grupo latino-americano de organizações revolucionárias nacionalistas pró-Rússia devem ser uma causa significativa para preocupação.
A Nova Resistência, uma organização quase paramilitar neofascista, tem operado de forma significativa na América do Sul, Europa e América do Norte. Esta organização está profundamente conectada a entidades e indivíduos inseridos no ecossistema de desinformação e propaganda da Rússia. Em colaboração com o site de propaganda em inglês Fort Russ News (FRN) e o pseudo-think tank autoritário Center for Syncretic Studies (CSS), ambos inativos desde fevereiro de 2022, a Nova Resistência foi formada como parte de uma rede de desinformação e propaganda pró-Kremlin. Seu modelo ideológico foi inspirado por Aleksandr Dugin, um "filósofo" russo sancionado pelos EUA e principal defensor de um movimento imperialista eurasiano antiocidental, liderado pela Rússia.

Esta rede, conhecida como Rede Sincrética de Desinformação (SDN), promove de forma agressiva a Quarta Teoria Política (4PT) de Dugin, uma ideologia que busca unir movimentos de extrema direita e de extrema esquerda com o objetivo de destruir a ordem pós-Segunda Guerra Mundial. A Nova Resistência ativamente apoia regimes autoritários em todo o mundo, promovendo os objetivos geopolíticos do Kremlin para desestabilizar democracias e minar a ordem internacional baseada em regras.

O capítulo brasileiro da Nova Resistência é particularmente ativo, trabalhando arduamente para expandir a influência desta organização na América Latina. Eles organizam eventos com Dugin, onde altos funcionários russos são apresentados, e conduzem seminários e cursos de formação em seu canal e site no YouTube, envolvendo professores, historiadores e filósofos locais e internacionais. O site da Nova Resistência, registrado em Moscou, regularmente publica desinformação pró-Kremlin e pró-autoritária, equiparável em conteúdo e cronologia a meios de comunicação comprovadamente ligados à inteligência russa.

Além da propaganda e desinformação aberta da Nova Resistência em apoio à guerra da Rússia na Ucrânia, a organização também está envolvida em esforços para mobilizar brasileiros para lutar ao lado da Rússia e seus representantes na região de Donbass, no leste da Ucrânia. Eles têm cooperado regularmente com indivíduos e entidades sancionadas pelos EUA e vinculadas ao governo russo, conhecidos por sua influência global maligna, incluindo Aleksandr Dugin, Konstantin Malofeyev e Yevgeniy Prigozhin.

A SDN utiliza a desinformação e a propaganda do Kremlin para desestabilizar democracias, apoiar atividades militares revanchistas através de grupos quase paramilitares e minar a ordem internacional baseada em regras. Suas ações representam uma ameaça significativa para a estabilidade global, exigindo vigilância e resposta por parte das nações democráticas em todo o mundo.


O relatório também está disponível em português , espanhol e inglês
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.