{ads}

Juiz decide que réu 'psicótico' do 11 de setembro não pode ser julgado

Leia outros artigos :

Juiz da Baía de Guantánamo decide que réu 'psicótico' do 11 de setembro não pode ser julgado

Um painel médico concluiu que o abuso sob custódia da CIA anos antes tinha tornado Ramzi bin al-Shibh psicótico



Um juiz militar em Guantánamo decide que réu do 11 de Setembro não está apto para julgamento devido a abusos sofridos sob custódia da CIA anos antes.

O juiz, coronel Matthew McCall, determina que a incompetência de Ramzi bin al-Shibh resulta em sua exclusão do processo, enquanto os quatro co-réus continuam a enfrentar acusações. Al-Shibh permanecerá sob custódia.

Al-Shibh, do Iêmen, é acusado de liderar uma célula dos 19 sequestradores responsáveis pelos ataques de 11 de setembro de 2001 nos EUA, que resultaram em quase 3.000 mortes.

Um painel médico militar recentemente diagnosticou que Al-Shibh sofre de transtorno de estresse pós-traumático com psicose secundária, atribuindo isso aos abusos sofridos durante sua detenção pela CIA.

Os advogados de defesa argumentam que os réus do 11 de Setembro deveriam receber tratamento físico e psicológico para os efeitos duradouros da tortura sofrida sob custódia da CIA durante a administração Bush.

O presidente dos EUA, Joe Biden, recusou-se a aprovar cuidados pós-trauma como parte das negociações de confissão.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.