{ads}

Genes de doçura e resistência: segredos do "Superpangenoma" da melancia

Leia outros artigos :

A melancia desempenha um papel de relevância global na agricultura, tanto em termos de volume total produzido quanto em seu valor econômico.

"Superpangenoma" da Melancia: Chave para Variedades Melhoradas



Os pesquisadores do Instituto Boyce Thompson desenvolveram um "superpangenoma" abrangente para a melancia e suas variedades selvagens, identificando genes vantajosos que foram perdidos durante o processo de domesticação. Estes genes possuem potencial para fortalecer a resistência a doenças e melhorar a qualidade dos frutos, beneficiando assim essa safra vital.

O professor Zhangjun Fei, autor principal do estudo, explicou que o objetivo era aprofundar a compreensão das variações genéticas que conferem diversidade e singularidade às melancias. As descobertas não apenas forneceram informações sobre a evolução das melancias, mas também têm implicações significativas na reprodução e na capacidade de resistir a doenças.

O superpangenoma da melancia foi construído através da combinação de sequências de genomas de referência e dados de resequenciamento de 547 acessos de melancia, que abrangem quatro espécies diferentes: a melancia cultivada (Citrullus lanatus) e seus parentes selvagens C. mucosospermus, C. amarus e C. colocynthis.

A análise do superpangenoma revelou que muitos genes associados à resistência a doenças, presentes nas espécies selvagens, foram perdidos durante o processo de domesticação. Isso aconteceu porque os primeiros agricultores priorizaram características de qualidade da fruta, como doçura, coloração da polpa e espessura da casca. Esses genes valiosos têm o potencial de serem reintroduzidos em variedades modernas de melancia, resultando em frutos mais resistentes a doenças.

Um achado importante da pesquisa, recentemente publicado no Plant Biotechnology Journal, foi a identificação de uma duplicação em tandem do gene transportador de açúcar ClTST2, que aumenta a acumulação de açúcar e, consequentemente, a doçura da fruta na melancia cultivada. Embora essa variante genética fosse pouco comum em melancias selvagens, ela foi selecionada durante o processo de domesticação.

O superpangenoma disponibiliza um conjunto valioso de ferramentas genéticas para melhorar a melancia cultivada, permitindo que criadores e pesquisadores desenvolvam variedades com maior rendimento, resistência a doenças aprimorada e melhor adaptabilidade, conforme explicado por Fei.



AR News


Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎


Siga-nos





📙 GLOSSÁRIO:


🖥️ FONTES :
Com Agências :


NOTA:

O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.

🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️




Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.