Maceió-AL

China administra delegacias ilegais em todo o mundo, influenciando eleições em muitos países: relatório

Veja também

China administra delegacias ilegais em todo o mundo, influenciando eleições em muitos países: relatório (Imagem: Twitter/@Dunne_ZoZoGo)
China administra delegacias ilegais em todo o mundo, influenciando eleições em muitos países: relatório (Imagem: Twitter/@Dunne_ZoZoGo)
Logo AR NEWS NOTÍCIAS 24 horas
AR NEWS NOTÍCIAS 24 horas





De acordo com um relatório compartilhado pelo Investigative Journalism Reportika citando a mídia local, a China abriu “delegacias ilegais de polícia em todo o mundo”.


🔵Para as últimas manchetes, siga nosso canal do Google Notícias on-line ou pelo aplicativo.  📰 aqui

Pequim: De acordo com um relatório compartilhado pelo Investigative Journalism Reportika citando a mídia local, a China abriu “delegacias ilegais em todo o mundo”. O relatório afirma ainda que essas delegacias ilegais estão funcionando em “países desenvolvidos”, assim como no Canadá e na Irlanda. As estações foram abertas para controlar “atividades da diáspora chinesa no exterior e casos de espionagem”. O relatório acrescenta ainda que a China também está influenciando as eleições nesses países com a ajuda desses postos policiais. Leia também - Furacão Ian se transforma em tempestade 'extremamente perigosa' antes de atingir a Flórida

O relatório do Investigative Journalism Reportika suscitou preocupações entre ativistas de direitos humanos que estão apreensivos de que a China, com este movimento, esteja tentando expandir sua influência e emergir como uma superpotência global, acrescentando que essas delegacias informais de serviço policial afiliadas ao Departamento de Segurança Pública (PSB) ) em todo o Canadá foram criados para “antagonizar os adversários da China”.

Continue a leitura após o anúncio:
Confira  Últimas Notícias 🌎

Fuzhou estabeleceu estações de serviço policial informais afiliadas ao Departamento de Segurança Pública (PSB) em todo o Canadá, disse a mídia local, acrescentando que pelo menos três dessas estações estão localizadas apenas na área da Grande Toronto.
Além disso, o governo chinês também está influenciando as eleições em certos países por meio dessas delegacias ilegais, de acordo com o Investigative Journalism Reportika.

A polícia de Fuzhou diz que já abriu 30 dessas estações em 21 países.

Países como Ucrânia, França, Espanha, Alemanha e Reino Unido têm tais acordos para delegacias de polícia chinesas e os líderes da maioria desses países questionam a ascensão da China e seus piores registros de direitos humanos em plataformas públicas e são eles próprios parte dessa questão. .

Por sua vez, a China disse que essas instalações são “centros de treinamento de habilidades vocacionais” necessários para “combater” o extremismo e melhorar os meios de subsistência. Autoridades chinesas disseram no final de 2019 que a maioria dos “estagiários” havia se “formado” nos centros.

Notavelmente, Michelle Bachelet, a Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, visitou recentemente a China e Xinjiang.


📙 GLOSSÁRIO:


🖥️ FONTES :
 
Com Agências

O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

  Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>