Kim Jong-Un diz que a Coreia do Norte está enfrentando um 'grande desastre'
Maceió-AL

Siga-nos

Kim Jong-Un diz que a Coreia do Norte está enfrentando um 'grande desastre'

AR NEWS NOTÍCIAS 14 de maio de 2022
  • Coreia do Norte registrou 21 novas mortes ontem em meio ao surto de Covid, disse estado
  • Kim Jong-Un chamou a fuga de vírus de 'grande desastre' e 'enorme interrupção' 
  • Os líderes do estado insular pediram unidade entre governo e povo 
🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui
Kim, na foto, preside uma reunião do Partido dos Trabalhadores sobre a resposta ao surto de coronavírus na Coreia do Norte
Kim, na foto, preside uma reunião do Partido dos Trabalhadores sobre a resposta ao surto de coronavírus na Coreia do Norte


A Coreia do Norte registrou 21 novas mortes na sexta-feira, de pessoas com febre em meio ao seu primeiro surto de Cvoid-19, que o líder Kim Jong-Un chamou de "grande desastre", informou hoje a agência de notícias estatal.

Durante uma reunião sobre estratégias antivírus no sábado, ele descreveu a fuga como uma "grande interrupção" histórica e pediu unidade entre o governo e o povo, para estabilizá-la o mais rápido possível. 
🟢Confira  Últimas Notícias 🌎

Como 174.440 pessoas foram encontradas com sintomas de febre somente na sexta-feira, informou o estado insular, o país luta para retardar a propagação do vírus em sua população não vacinada.

A nação disse no sábado que 27 pessoas morreram e 524.440 adoeceram em meio a uma rápida propagação da febre desde o final de abril.

Acrescentou que 280.810 pessoas permanecem em quarentena. A mídia estatal não disse especificamente quantos casos de febre e mortes foram confirmados como casos de Covid-19. 

A mídia estatal disse que testes de amostras de vírus coletadas no domingo de um número não especificado de pessoas com febre na capital do país, Pyongyang, confirmaram que estavam infectadas com a variante omicron.

Até agora, o país confirmou oficialmente uma morte ligada a uma infecção por Omicron. 

Ele só relatou seus primeiros casos de Covid na quinta-feira, dizendo que estava mudando para um "sistema máximo de prevenção de epidemias de emergência" depois que pacientes na capital Pyongyang deram positivo para a variante Omicron.
A Coreia do Norte está sob um rígido bloqueio de coronavírus desde o início da pandemia em 2020, mas com surtos maciços de Omicron em todos os países vizinhos, especialistas disseram que era apenas uma questão de tempo até que o Covid se infiltrasse.

A Agência Central de Notícias Coreana (KCNA) disse: “Uma febre cuja causa não pôde ser identificada se espalhou explosivamente por todo o país a partir do final de abril.

"Seis pessoas morreram (uma delas testou positivo para a subvariante BA.2 do Omicron)", acrescentou.

Com seus 25 milhões de pessoas não vacinadas, a infraestrutura de saúde em ruínas da Coreia do Norte teria dificuldades para lidar com um grande surto, dizem especialistas.

Kim - visto usando uma máscara na TV estatal pela primeira vez - supervisionou uma reunião de emergência do Politburo na quinta-feira e ordenou bloqueios em todo o país em uma tentativa de interromper o surto.


Na sexta-feira, a KCNA disse que Kim visitou a sede estadual de prevenção de epidemias de emergência e "aprendeu sobre a disseminação nacional do Covid-19".

“É o desafio mais importante e a tarefa suprema que nosso Partido enfrenta para reverter a situação imediata da crise de saúde pública em uma data precoce”, acrescentou a KCNA.

É provável que o surto nacional esteja ligado a um grande desfile militar realizado em Pyongyang em 25 de abril, disse Cheong Seong-chang, do Instituto Sejong.

A Coreia do Norte provavelmente verá um "grande caos" devido à disseminação do Omicron, acrescentou, dizendo que "se o número de mortos do Omicron aumentar, Pyongyang pode ter que pedir o apoio da China".

Pequim, o único grande aliado e benfeitor de Pyongyang, disse na quinta-feira que está pronto para ajudar a Coreia do Norte.

Mas a China, a única grande economia do mundo que ainda mantém uma política de zero Covid, está lutando contra vários surtos de Omicron – com algumas grandes cidades, incluindo o centro financeiro de Xangai, sob ordens de ficar em casa.
A Coreia do Norte já havia recusado ofertas de vacinas contra Covid da China, bem como do esquema Covax da Organização Mundial da Saúde.

Um representante da OMS na Coreia do Norte disse na sexta-feira que a agência da ONU apoiou Pyongyang no desenvolvimento de um plano de resposta à Covid no início do ano passado.

Na Coreia do Sul, o novo governo do presidente Yoon Suk-yeol se ofereceu para enviar vacinas ao Norte - mas admitiu que ainda não havia discutido isso com Pyongyang.

Kim disse na sexta-feira que o surto "mostra que há um ponto vulnerável no sistema de prevenção da epidemia" e pediu mais bloqueios.

Ele "disse que é a principal prioridade bloquear a propagação do vírus bloqueando ativamente áreas e isolando e tratando pessoas com febre de maneira responsável", informou a KCNA.
Analistas disseram que a experiência da China com a Omicron indicou que os bloqueios podem não ser bem-sucedidos, mas sem tratamento antiviral ou vacinas, a Coreia do Norte tem poucas outras opções.

Isso ocorre quando a Coreia do Norte testou três mísseis balísticos de curto alcance, disse Seul na quinta-feira - logo após Pyongyang confirmar seus primeiros casos de Covid.

Após o colapso das negociações de alto nível em 2019, a Coreia do Norte dobrou os testes de armas, realizando uma série de lançamentos este ano, incluindo mísseis balísticos intercontinentais.

Imagens de satélite indicam que a Coreia do Norte está se preparando para realizar um teste nuclear, e os Estados Unidos alertaram que isso pode acontecer ainda este mês.

Se Pyongyang precisar de ajuda – vacinas e remédios – pode ser necessário adiar qualquer teste, disseram alguns analistas, mas outros alertaram que o surto de Covid-19 pode acelerar as coisas.

"Um teste nuclear seria uma boa maneira de distrair o público da pandemia", disse à AFP Yang Moo-jin, professor da Universidade de Estudos da Coreia do Norte.



🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem