Nigéria deve eliminar a Mutilação Genital Feminina (MGF ) para alcançar outros objetivos sustentáveis
Maceió-AL

Siga-nos

Nigéria deve eliminar a Mutilação Genital Feminina (MGF ) para alcançar outros objetivos sustentáveis

A Ministra de Assuntos da Mulher da Nigéria, Pauline Tallen, disse que para o condado alcançar a maioria dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas até 2030, deve abordar questões de Mutilação Genital Feminina (MGF).
Mutilação Genital Feminina
Mutilação Genital Feminina 


A Nigéria tem o maior número de casos de MGF no mundo, representando cerca de 115 milhões de 130 milhões de mulheres circuncidadas em todo o mundo.

De acordo com Tallen, eliminar a MGF é crucial para alcançar muitos dos outros objetivos de desenvolvimento sustentável, incluindo metas de saúde e bem-estar, educação de qualidade, igualdade de gênero, trabalho decente e crescimento econômico.

A MGF é uma prática tradicional que está profundamente enraizada em crenças e percepções culturais, há gerações. Envolve a remoção parcial ou total da genitália feminina externa ou outras lesões nos órgãos genitais femininos por razões não médicas e é considerada uma violação dos direitos humanos. A prática não traz benefícios para a saúde de meninas e mulheres.

🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui


🟢Confira  Últimas Notícias 🌎


🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem