Confirmado novo caso de ebola na República Democrática do Congo
Maceió-AL

Siga-nos

Confirmado novo caso de ebola na República Democrática do Congo

Um novo caso de Ebola foi relatado pelas autoridades da República Democrática do Congo, apenas quatro meses após o fim do último surto.
A OMS espera que a campanha de vacinação ajude a conter a propagação do Ebola na República Democrática do Congo
A OMS espera que a campanha de vacinação ajude a conter a propagação do Ebola na República Democrática do Congo


🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui
Um novo caso de Ebola foi confirmado no noroeste da República Democrática do Congo (RDC), disse o Instituto Nacional de Pesquisa Biomédica no sábado.

Um homem de 31 anos morreu da doença infecciosa na cidade de Mbandaka, capital da província de Equateur da RDC, informou o instituto.

O paciente começou a apresentar sintomas em 5 de abril, mas não procurou tratamento por mais de uma semana. Ele foi internado em um centro de tratamento de ebola em 21 de abril e morreu mais tarde naquele dia, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) em comunicado.

O surto anterior de Ebola no país foi declarado há apenas quatro meses, em dezembro de 2021.

OMS tenta conter a doença
As autoridades locais e os representantes da OMS estão agora à procura de pessoas de contato.

"O tempo não está do nosso lado", disse Matshidiso Moeti, Diretor Regional da OMS para a África. "A doença teve um avanço de duas semanas e agora estamos tentando recuperar o atraso."

🟢Confira  Últimas Notícias 🌎

A OMS disse que os esforços para conter a doença já estão em andamento em Mbandaka, e que uma campanha de vacinação terá início nos próximos dias. O objetivo é imunizar todas as pessoas que entraram em contato com o paciente falecido.

Moeti expressou otimismo em conter o surto. "Muitas pessoas (na aldeia) de Mbandaka já estão vacinadas contra o Ebola , o que deve diminuir os efeitos", disse.

Surtos anteriores de ebola na RDC
Mbandaka já lutou com dois surtos anteriores de Ebola – em 2018 e em 2020. A cidade está lotada, com ligações rodoviárias, marítimas e aéreas para a capital Kinshasa.

A febre Ebola é uma doença rara, muitas vezes fatal, que pode afetar humanos e primatas. Em surtos anteriores, a taxa de mortalidade foi de 25 a 90%, segundo a OMS.

A República Democrática do Congo viu 13 surtos anteriores de Ebola, incluindo um em 2018-2020 no leste que matou quase 2.300 pessoas. O último surto, também no leste, infectou 11 pessoas entre outubro e dezembro e matou seis delas.

dh/nm (Reuters, KNA)
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem