Perda de sabor pode durar 9 meses após o COVID-19
Maceió-AL

Siga-nos

Perda de sabor pode durar 9 meses após o COVID-19

COVID-19
COVID-19


Uma nova carta de pesquisa no International Journal of Infectious Diseases de cientistas franceses mostra que, 9 meses após o diagnóstico de COVID-19, 30% dos pacientes têm o paladar prejudicado, mas a perda completa do paladar é incomum.

O estudo observacional retrospectivo foi realizado no Nord Franche-Comte Hospital e incluiu pacientes internados e ambulatoriais com COVID-19 de 1º de março a 31 de maio de 2020. Um total de 214 pacientes estavam envolvidos e a idade média foi de 48,8 anos.

Dos pacientes atendidos no hospital, 65,9% tiveram perda de paladar e 34,1% tiveram redução da capacidade de paladar durante a doença inicial. Cento e noventa e dois pacientes com paladar prejudicado (89,7%) também apresentavam disfunção olfativa (capacidade de olfato prejudicada).

Três meses após o diagnóstico, 86,9% dos pacientes recuperaram o paladar, mas após 9,5 meses, 29,9% dos pacientes ainda relataram disfunção do paladar. Os pacientes que tiveram disfunção persistente do paladar relataram um período mais longo de perda do paladar durante a doença inicial (duração média, 24 dias), em comparação com os pacientes que tiveram o paladar retornado (14 dias durante a doença inicial).

Apenas dois (3,1%) pacientes relataram perda total do paladar 9,5 meses após a infecção.

Os autores disseram que uma longa duração da perda do paladar durante a doença inicial provavelmente está associada à disfunção persistente do paladar.
29 de março  estudo
🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui

     
  🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem