Maceió-AL

Estudo avaliou a saúde psicossocial de enfermeiros durante a pandemia de Covid-19

Veja também

Colégio Americano de Medicina Ocupacional e Ambiental
Colégio Americano de Medicina Ocupacional e Ambiental



Objetivo:   

Descrever a influência inicial da pandemia de Covid-19 na saúde psicossocial dos enfermeiros dos EUA e identificar fatores associados a maus resultados de saúde psicossocial.  

Métodos:   

Conduzimos um estudo de métodos mistos convergentes (QUAN+qual). De junho a agosto de 2020, administramos pesquisas (N = 629) e realizamos entrevistas semiestruturadas (N = 34) entre enfermeiros que trabalham em serviços de saúde em 18 estados. Desenvolvemos modelos separados de regressão logística multivariada para três desfechos psicossociais (ansiedade, sintomas depressivos, insônia). Utilizou-se a análise de conteúdo para processar e analisar os dados qualitativos, e os resultados integrados na etapa de análise final. 
 
Resultados:   

Os enfermeiros relataram altas taxas de sintomas depressivos (22%), ansiedade (52%) e insônia (55%). Distúrbios do sono foram tanto um fator contribuinte quanto um resultado de uma saúde psicossocial precária.  

Conclusões:   

Intervenções baseadas em evidências que abordam o estresse e o sono no trabalho e o monitoramento proativo da saúde psicossocial dos enfermeiros pelos empregadores são urgentemente necessários.



🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui
  🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>