{ads}

A tentativa de Lula de se autodenominar líder climático na Cop28

Leia outros artigos :

 Lula 


Aqui estão alguns pontos-chave sobre a liderança climática do Brasil na COP28:

Lula entrou na COP28 com grandes ambições de combater a desigualdade e proteger as florestas tropicais. Disse que o Brasil tem metas climáticas mais ambiciosas do que muitos países desenvolvidos.

No entanto, um anúncio do ministro da Energia sobre o Brasil se alinhar mais com a OPEP enfraqueceu quaisquer pretensões de maior liderança climática, especialmente no corte de combustíveis fósseis. Isso dividiu ativistas climáticos.

O Brasil tem tido sucesso em "reduzir o desmatamento na Amazônia" nos últimos anos, o que aumentou sua credibilidade climática. Mas ainda planeja expandir a exploração de petróleo.

O Brasil está defendendo um novo fundo florestal para apoiar países em reduzir o desmatamento. E também vai pressionar por mais apoio financeiro de países ricos às nações vulneráveis.

Internamente, há desafios devido à ampla coalizão governista de Lula, que inclui grupo pró-agronegócio. Mas as comunidades indígenas têm maior voz agora.

Para liderar de forma mais consistente até a COP30, o Brasil precisa equilibrar melhor as questões de florestas versus combustíveis fósseis.

AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.