{ads}

Hamas diz que está orgulhoso por sacrificar habitantes de Gaza para derrotar Israel - por Nan Jacques Zilberdik

Leia outros artigos :

Os militares de Israel operam na Faixa de Gaza durante uma trégua temporária entre Israel e o grupo terrorista palestino Hamas, nesta foto divulgada em 27 de novembro de 2023. Foto: Forças de Defesa de Israel


O mundo não deveria ficar surpreendido pelo fato do Hamas se esconder atrás de civis e, assim, causar muitas mortes de palestinos em Gaza, uma vez que os líderes do Hamas anunciaram esta estratégia no início da sua guerra contra Israel.

No início da guerra terrorista do Hamas contra Israel, Ghazi Hamad, membro do Bureau Político do Hamas, prometeu que o Hamas repetiria o massacre de 7 de outubro “uma segunda, terceira e quarta vez”, acrescentando que não estava preocupado com as mortes de palestinos – porque estava “orgulhoso sacrificar mártires”:

Ghazi Hamad, membro do Bureau Político do Hamas: “Precisamos educar Israel e iremos educá-lo uma segunda e uma terceira vez. A inundação de Al-Aqsa não será [apenas] uma vez. Não, será uma segunda vez, uma terceira e uma quarta, porque temos vontade, decisão e capacidade para lutar. Pagaremos um preço, aliás, estamos preparados. Permita-me dizer-lhe claramente que somos chamados de “o povo dos Mártires” e temos orgulho de sacrificar Mártires”.

[Site da LBC TV (Líbano), 24 de outubro de 2023]

AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎
Além disso, Khaled Mashaal, alto funcionário do Hamas, deixou claro que os líderes do Hamas (sentado em segurança fora da “Palestina”) não têm medo de sacrificar milhares, senão milhões de palestinos pela “libertação”.

Comparando potenciais “mártires” palestinos mortos com os milhões de “mártires” que morreram pela Rússia, Vietnã e Afeganistão durante as suas guerras de “libertação”, Mashaal deixou claro que não se importa com os palestinos mortos.


Alto funcionário do Hamas, Khaled Mashaal Mashaal: “ Os povos não são libertados facilmente .

Os russos sacrificaram 30 milhões de pessoas na Segunda Guerra Mundial para serem libertados do ataque de Hitler contra eles. O povo vietnamita sacrificou 3,5 milhões de pessoas até derrotar os americanos. O Afeganistão derrotou primeiro a União Soviética e depois a América com milhões de mártires.

O povo argelino [sacrificou] 6 milhões de mártires ao longo de 130 anos. O povo palestino é como todos os povos, não há povo que se liberte sem sacrifícios. ”

[Site da TV Al-Arabiya, 19 de outubro de 2023]
Siga-nos
A Palestinian Media Watch expôs que os líderes do Hamas de fato não se importam com os civis palestinos na sua guerra terrorista contra Israel, usando-os como escudos humanos .

📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :
O autor é analista sênior da Palestinian Media Watch, onde uma versão deste artigo foi publicada originalmente.
NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.