{ads}

Terroristas do Fatah de Abbas em Gaza, participaram do massacre de 7 de outubro

Leia outros artigos :

Captura de tela de um terrorista das Brigadas dos Mártires de Al Aqsa, afiliadas ao Fatah, atirando em um kibutz israelense perto de Gaza em 7 de outubro de 2023.


Um vídeo recentemente divulgado nas redes sociais pelo grupo Fatah em Gaza está atraindo atenção significativa. No vídeo, membros da Brigada dos Mártires de Al-Aqsa, uma facção afiliada à Fatah, se orgulham de participar dos ataques realizados em 7 de outubro contra comunidades israelenses próximas à fronteira de Gaza. O vídeo, que foi postado no canal Telegram do Movimento Fatah – Filial Belém, mostra os terroristas assumindo o controle do assentamento temporário de Nahal Oz, onde afirmam ter matado soldados israelenses e apreendido equipamento militar.

Este evento é notável não apenas pelo ataque em si, mas também pela presença surpreendente da Fatah em Gaza. Desde que o Hamas assumiu o controle da Faixa de Gaza em 2007, a presença da Fatah na região tem sido mínima. No entanto, Itamar Marcus, fundador e diretor do Palestinian Media Watch, observou que tanto o Fatah quanto o Hamas estão em uma competição para demonstrar quem está mais empenhado na luta contra Israel. Marcus destacou que o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, também líder do Fatah, não estava ciente do ataque planejado pelo Hamas, indicando uma desconexão dentro do próprio movimento Fatah.

O vídeo, que dura pouco mais de um minuto, exibe os terroristas usando braçadeiras amarelas do Fatah enquanto disparavam rifles Kalashnikov contra um kibutz israelense. As imagens mostram também um terrorista da Fatah exibindo orgulhosamente equipamento militar saqueado e, de forma gráfica, um terrorista pisoteando a cabeça de um israelense assassinado. Em um trecho, um dos terroristas afirma: "Allahu Akbar e louvado seja Alá... Do coração desses assentamentos [israelenses] temporários, se Alá quiser, tivemos um papel proeminente e claro".

A conexão entre o movimento Fatah em Belém e as Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa em Gaza é evidente, como demonstrado pelo vídeo postado pelo Fatah Bethlehem Telegram. No entanto, apesar da gravidade dos eventos retratados, o vídeo não recebeu ampla cobertura na mídia ocidental, possivelmente devido à falta de compreensão dos jornalistas sobre como os árabes da Autoridade Palestina utilizam as redes sociais para disseminar tais mensagens.

É crucial entender que a rivalidade entre o Fatah e o Hamas, embora exista, não impediu a colaboração temporária entre as facções quando se trata de atacar Israel. Este vídeo serve como um lembrete sombrio das tensões em curso na região, destacando a complexidade das dinâmicas políticas e militares na Faixa de Gaza.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.