{ads}

A raiva pegou carona para o Canadá em cães vindos do Irã

Leia outros artigos :

cão com raiva

A raiva encontrou seu caminho até o Canadá, carregada por cães provenientes do Irã  

A raiva encontrou seu caminho até o Canadá, carregada por cães provenientes do Irã. Quando dois desses animais foram importados em ocasiões distintas durante o ano de 2021, desenvolveram uma forma letal da raiva canina, disparando imediatamente o alerta para as autoridades de saúde pública. O desafio foi rastrear dezenas de pessoas potencialmente expostas à saliva dos animais, a fim de administrar tratamento preventivo antes que fosse tarde demais.

A ação célere evitou o desdobrar de uma tragédia que poderia ter vitimado no mínimo 60 pessoas, incluindo as famílias adotivas e amigos dos cães, bem como os profissionais das variadas clínicas veterinárias em Ontário. Para os epidemiologistas, casos como esses sublinham a importância crítica da vigilância constante sobre novas estirpes de vírus e bactérias que adentram o Canadá por meio de animais, um tema destacado em um recente artigo de revisão publicado na Science Translational Medicine na semana passada.

"A revelação de que um cão com o qual você teve contato está infectado com raiva é profundamente inquietante", comentou a Dra. Tasha Epp, uma veterinária e epidemiologista da Universidade de Saskatchewan em Saskatoon, especializada em rastrear doenças que podem ser transmitidas entre animais e seres humanos. Epp está entre os pesquisadores que investigam casos de raiva canina na América do Norte. Os princípios delineados no mencionado artigo são aplicados a outras doenças originadas tanto em animais selvagens quanto domésticos.

A chave fundamental para a prevenção e controle está na vigilância constante. Apesar de animais selvagens servirem como portadores potenciais da raiva no Canadá, casos humanos são excepcionalmente raros. Entretanto, médicos recomendam cautela e tratamento imediato em caso de mordida, enfatizando a importância de evitar o contato com a fauna selvagem sempre que possível.

O Canadá permanece livre da forma canina da raiva há décadas, resultado, segundo as autoridades federais de saúde pública, de programas exemplares de prevenção e controle. Contudo, o susto recente instigou a adoção de precauções adicionais e o fortalecimento das regras transfronteiriças.

O desafio reside no período de incubação do vírus da raiva em um cão, antes que se manifestem alterações comportamentais, como agressividade atípica. A raiva é normalmente transmitida às pessoas pela mordida de um animal raivoso, por meio do contato direto com sua saliva, como através da pele ferida ou membranas nos olhos, nariz ou boca. Ela afeta o sistema nervoso, causando inicialmente formigamento na área da ferida, seguido por fraqueza, febre ou dor de cabeça. A paralisia muscular, coma e eventual morte são as fases subsequentes.

No primeiro dos dois casos de raiva canina em 2021, um filhote de três meses, importado do Irã, foi dispensado da quarentena por ser considerado um animal de estimação pessoal. No entanto, sete meses após sua chegada, o filhote apresentou sintomas neurológicos e acabou sendo sacrificado. Scott Weese, especialista em doenças infecciosas no Ontario Veterinary College da Universidade de Guelfo, enfatizou a complexidade do controle, ressaltando que o vírus pode permanecer incubado por um período significativo, tornando a detecção precoce um desafio constante.

A imunização adequada é crucial, mas, como Weese destacou, o timing é essencial. Mesmo um cão devidamente vacinado, com um certificado válido e uma vacina de qualidade, pode estar em risco se previamente exposto ao vírus.

A prevenção, portanto, é uma arma vital nesta batalha contra a raiva. Autoridades de saúde pública, como a Unidade de Saúde Distrital de Simcoe Muskoka, com sede em Barrie, Ontário, identificaram 24 indivíduos que estiveram em contato com um cão diagnosticado com raiva. Quatorze destes foram considerados expostos e receberam profilaxia pós-exposição, incluindo imunoglobulina e vacinas, a um custo médio de aproximadamente CAD$ 2.000 por pessoa para a província.

Steven Rebellato, vice-presidente do departamento de saúde ambiental da unidade Simcoe Muskoka, liderou a investigação e enfatizou a importância da vacinação. Cães, gatos, furões e certos cavalos, bovinos e ovinos com mais de três meses de idade devem ser vacinados contra a raiva por um veterinário licenciado, conforme as leis vigentes em todo o Canadá.

Rebellato também incentivou os donos de animais de estimação a manterem seus companheiros sob supervisão, especialmente durante a noite, quando morcegos, raposas, guaxinins e gambás, potenciais portadores de raiva, estão mais ativos.

O risco também se estende aos viajantes, que podem inadvertidamente introduzir a raiva no país. A Dra. Epp lidera um projeto destinado a verificar se cães recém-importados trazem consigo novas cepas de patógenos, incluindo a raiva canina. Embora a Ucrânia seja listada como um país de alto risco para raiva canina, as regras canadenses permitem a entrada de animais de estimação por razões humanitárias. Algumas pessoas que fugiram do conflito na Ucrânia aproveitaram essa brecha na regulamentação.

A categoria "cachorros importados" da Agência Canadense de Inspeção de Alimentos é ampla, incluindo desde animais de resgate bem-cuidados até aqueles traficados ilegalmente, representando riscos à saúde e ao bem-estar. A falta de conscientização sobre esses riscos é uma preocupação para especialistas como o professor de virologia Gary Whittaker, da Universidade Cornell em Ithaca, NY. Ele enfatiza a necessidade urgente de acompanhar as mudanças nas dinâmicas de posse de animais de estimação, especialmente em relação a gatos errantes, que interagem cada vez mais com guaxinins, criando um cenário propício para surtos
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.