{ads}

Surto de gripe aviária na região do cabo ocidental,África do Sul

Leia outros artigos :

Bandeira da África do Sul


No dia 12 de outubro de 2023, o Dr. Ivan Meyer, responsável pelo Ministério da Agricultura do Cabo Ocidental, confirmou o primeiro caso de gripe aviária na região de George. Esta doença, geralmente transmitida por aves selvagens, ocorre naturalmente entre aves aquáticas, mas pode infectar aves domésticas e outras espécies de animais.

A maioria das aves selvagens pode portar o vírus da gripe aviária sem apresentar sintomas, mas quando infectadas, ficam gravemente doentes e frequentemente morrem. Embora as cepas da gripe aviária raramente afetem seres humanos, algumas, como 'influenza A(H5N1)' e 'influenza A(H7N9)', já causaram doenças em pessoas.

O caso em George é particularmente preocupante para a indústria avícola do Cabo Ocidental, sendo este o primeiro caso de gripe aviária de alta patogenicidade H7 (HPAI) na área. A fazenda em questão foi imediatamente colocada em quarentena, e o abate das aves já começou.

O Dr. Meyer instou os proprietários de aves da região a adotarem medidas rigorosas de biossegurança. A introdução de galinhas de regiões infectadas é estritamente desencorajada, pois isso pode ter um impacto devastador em toda a indústria avícola do Cabo Ocidental, caso mais casos de HPAI H7 sejam detectados. Ele também alertou sobre a persistente ameaça representada pelo vírus H5N1 HPAI, que causou sete surtos na região de abril a junho de 2023.

O Dr. Noluvuyo Magadla, Diretor de Saúde Animal e Veterinário do Estado, emitiu recomendações para os criadores de aves de capoeira a fim de prevenir a propagação da doença entre as explorações. Estas incluem evitar o movimento interprovincial de aves, garantir que apenas aves saudáveis sejam introduzidas nas propriedades, manter novas aves isoladas por duas semanas antes de permitir a mistura com outras aves, e evitar o contato com aves de propriedades alheias.

Em adição, é vital desinfetar veículos, usar pedilúvios para limpar calçados ao entrar e sair de aviários, e manter as aves afastadas de aves selvagens e seus fluídos corporais. Essas precauções são essenciais para proteger as aves e, por conseguinte, a indústria avícola do Cabo Ocidental.

Este surto reforça a importância da aplicação rigorosa de práticas de biossegurança, minimizando qualquer interação com aves externas para mitigar o risco de introdução da gripe aviária nos bandos avícolas. A cooperação ativa de todos os envolvidos é crucial para proteger não apenas a indústria, mas também a saúde pública.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.