{ads}

Qual é o significado de estabelecer um gabinete de guerra para “espadas de ferro” e quais serão os seus poderes?

Leia outros artigos :

Com Benny Gantz a juntar-se ao gabinete de guerra limitado e Gadi Eisenkot como observador, poderão restaurar a confiança do público no governo, que havia diminuído devido ao início da guerra, e promover uma gestão eficaz da campanha, no espírito da recomendações do relatório Amidror.




Com Benny Gantz se unindo ao gabinete de guerra limitado e Gadi Eisenkot atuando como observador, há uma tentativa de restaurar a confiança do público no governo israelense, que foi abalada pelo início do conflito. Esta decisão visa promover uma gestão eficaz da campanha, seguindo as recomendações do relatório Amidror.

Em 11 de outubro de 2023, um governo nacional de emergência foi estabelecido em Israel. O partido do Campo Estatal uniu-se à coalizão existente, com uma exigência principal, especialmente vinda do presidente do partido, Benny Gantz: a criação de um gabinete de gestão da guerra com autoridade para conduzir as operações militares durante o conflito atual.

A ideia de um gabinete de guerra não é nova e tem raízes históricas. Durante a Segunda Guerra Mundial na Grã-Bretanha, um gabinete de guerra limitado foi estabelecido com cinco membros para tomar as decisões principais em nome do governo de unidade nacional. No contexto israelense, a necessidade de um gabinete de guerra se tornou evidente por várias razões.

Primeiramente, o gabinete já é composto por dez membros, e a adição de mais membros do Campo Estatal o tornaria demasiadamente grande para administrar eficazmente a situação. Além disso, a composição do gabinete, muitas vezes moldada por considerações de coligação ou partidárias, nem sempre é ideal para gerenciar operações militares.

As recomendações do Comitê Agranat após a Guerra do Yom Kippur e do Comitê Winograd após a Segunda Guerra do Líbano ressaltaram a importância de um gabinete de guerra durante conflitos, um corpo mais restrito de ministros com experiência em segurança, capaz de gerir a situação de crise com eficiência e confidencialidade.

A exigência de Gantz para este gabinete de guerra também parece derivar de uma razão prática: com apenas dois ou três votos no gabinete em um cenário maior, o Campo Estatal teria pouca influência real. Em contraste, em um gabinete de guerra limitado, Benny Gantz e Gadi Eisenkot poderiam ter um peso significativo nas decisões estratégicas.

Os poderes do Gabinete de Guerra incluirão a definição do propósito estratégico da operação, a formulação de instruções políticas ao escalão militar e uma análise minuciosa da situação atual para verificar se o plano operacional está conduzindo ao alcance do objetivo estratégico. Além disso, o gabinete poderá apontar esforços complementares que o nível político ou elementos executivos adicionais devem realizar para aumentar as chances de sucesso da operação.

A criação desse gabinete de guerra, portanto, é vista como uma medida crucial para uma gestão eficiente e bem-sucedida da campanha em curso, proporcionando diretrizes claras às Forças de Defesa de Israel enquanto o país enfrenta desafios significativos.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.