{ads}

Os psicopatas do Hamas e adeptos estão usando imagens falsas para influenciar a mídia global e enganar as pessoas

Leia outros artigos :


O Hamas está manipulando a mídia mundial com falsas imagens  minando o coração dos crédulos.

Após um ataque surpresa perpetrado por militantes do Hamas em 7 de Outubro, que resultou na perda de pelo menos 1.000 vidas e no sequestro de cerca de 150 pessoas, Israel declarou guerra ao Hamas em retaliação. O terrível evento desencadeou uma enxurrada de imagens chocantes, espalhando-se pela região e invadindo as redes sociais. Algumas dessas imagens foram compartilhadas pelas próprias vítimas, que estavam no local dos ataques. Contudo, algumas dessas imagens teriam sido plantadas pelo próprio Hamas. Além disso, outras eram datadas de anos anteriores, provenientes de zonas de conflito em diferentes partes do mundo ou mesmo de um cenário fictício em um videogame.
O Telegram, uma plataforma que combina funcionalidades de chat em grupo e mídia social, tem sido utilizada pelo Hamas para disseminar imagens violentas. Esta plataforma, popular globalmente, tem práticas de moderação limitadas, permitindo a presença de terroristas, extremistas e teóricos da conspiração que foram banidos de plataformas mais convencionais.
Para o usuário comum da Internet, discernir em quais informações confiar online nunca foi tão desafiador. A situação torna-se ainda mais complexa devido à maneira como relatos não confirmados estão se espalhando sem passar pelo processo de verificação adequado. Estas informações acabam encontrando espaço na cobertura jornalística e nas declarações de autoridades eleitas, alimentando a disseminação da falsidade e confusão no mundo online.

Neste cenário, a confiabilidade das fontes tornou-se uma questão crucial. Como distinguir entre a verdade e a ficção em um mundo digital onde a desinformação pode se disfarçar de notícia legítima? A sociedade se vê diante do desafio de filtrar a realidade dos enganos, um desafio exacerbado pela habilidade de entidades maliciosas em criar uma narrativa distorcida.

Essa era digital complexa e nebulosa exige que cada um de nós adote uma postura crítica e cautelosa ao consumir informações online. O discernimento se torna uma habilidade essencial em meio ao turbilhão de notícias e imagens que diariamente competem por nossa atenção nas redes sociais e nas plataformas de notícias.

Nesse contexto, a importância de fontes confiáveis e do pensamento crítico nunca foi tão evidente. A capacidade de distinguir entre fontes verificáveis e conteúdos duvidosos é essencial para uma sociedade bem informada. A busca pela verdade deve prevalecer sobre a confusão, e a discernimento deve sobrepujar a desinformação. Somente assim podemos esperar criar um ambiente digital onde a verdade seja valorizada e a confiança seja restaurada.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

O Hamas está usando imagens horríveis em Gaza para tentar desencadear uma guerra regional

O Dr. Hans-Jakob Schindler expressou uma análise perspicaz sobre a estratégia do grupo militante na região. Segundo ele, o objetivo estratégico desse grupo é criar imagens extremamente chocantes do território palestino. Tais imagens teriam o potencial de incitar outras forças a se envolverem no conflito. Essa observação foi feita em meio à intensificação da resposta militar de Israel à incursão em massa do Hamas, que ocorre há nove dias.

Recentemente, Israel instou aproximadamente 1,1 milhão de habitantes no norte de Gaza a evacuarem suas residências, sinalizando um aumento na escalada do conflito. Durante esses nove dias, Gaza foi alvo de ataques aéreos israelenses. Esses eventos alarmantes ocorrem paralelamente a relatos de condições humanitárias extremamente precárias, conforme documentado por diversas organizações internacionais, incluindo as Nações Unidas.

As Forças de Defesa de Israel (IDF) anunciaram sua preparação para uma "operação terrestre significativa" em Gaza, que se desdobraria por terra, mar e ar. Dr. Schindler avalia que uma ofensiva terrestre israelita em grande escala ao longo dos 40 quilômetros da faixa de Gaza seria a "fase dois" do plano do Hamas. Isso, apesar de o grupo militante estar ciente de sua inferioridade militar em comparação com as FDI.

Ele destaca com convicção que o Hamas busca transformar a narrativa, buscando retratar Israel como o agressor, revertendo assim a imagem de vítima para perpetrador. Esse desejo de mudança na percepção internacional foi evidenciado nos eventos ocorridos em 7 de outubro, quando Israel foi alvo de uma incursão do Hamas. O grupo militante está decidido a alterar não apenas a percepção local, mas também a global, invertendo os papéis na dinâmica do conflito.

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:
Hans-Jakob Schindler
Coordenador, ISIL (Da'esh), Equipe de Monitoramento da Al Qaeda e Talibã, Conselho de Segurança das Nações Unidas, Nova York
O Dr. Hans-Jakob Schindler é um renomado especialista internacional em diplomacia, inteligência e segurança, cuja experiência abrange várias décadas e diversas áreas cruciais. Sua carreira notável inclui uma posição destacada na equipe de monitoramento das sanções do Estado Islâmico (EIIL), da Al-Qaeda e dos Taliban no início de 2013, culminando em sua nomeação como coordenador em julho de 2015.

Com habilidades excepcionais de liderança, Hans supervisiona e coordena o trabalho global da Equipa de Monitorização do ISIL (Daesh) e da Al-Qaida, bem como do Comité de Sanções de 1988 do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Nessa capacidade, ele é responsável por moldar e apresentar relatórios detalhados sobre o desenvolvimento da ameaça terrorista global aos membros do Conselho de Segurança. Além disso, mantém atualizações regulares sobre a situação dos cidadãos e entidades europeias na Lista de Sanções ao ISIL (Da'esh) e à Al Qaeda.

No contexto do regime de sanções de 1988, Hans supervisiona minuciosamente o trabalho da Equipa em relação à situação no Afeganistão e em toda a região. Ele informa regularmente os membros do Conselho sobre a situação dos indivíduos e entidades listadas na Lista de Sanções de 1988, especialmente aqueles relacionados à insurgência afegã. Além disso, ele desempenha um papel crucial no desenvolvimento de recomendações para os Comités de Sanções, visando a implementação eficaz e eficiente da proibição global de viagens, do congelamento de bens e do embargo de armas impostos contra indivíduos e entidades sancionadas.

O Dr. Schindler também é um visionário na expansão da cooperação da Equipa com várias organizações internacionais, como a Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO), a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), a Organização Mundial das Alfândegas (OMA), o Gabinete das Nações Unidas contra a Droga e Crime (UNODC), a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e a Organização Internacional de Polícia (INTERPOL). Além disso, ele tem liderado esforços para envolver ativamente o setor privado em questões relacionadas ao financiamento do combate ao terrorismo e à eficaz implementação de sanções.

Antes de sua notável nomeação, o Dr. Schindler desempenhou papéis fundamentais em várias organizações e instituições, incluindo sua atuação como Primeiro Secretário de Assuntos Políticos e de Ligação com as Forças de Segurança na Embaixada da Alemanha em Teerã de 2005 a 2011. Durante este tempo, sua liderança foi evidente durante os distúrbios de 2006 e 2009/10 no Irã, onde ele liderou a equipe de gestão de crises da embaixada.

De 2001 a 2005, o Dr. Schindler chefiou uma equipe governamental alemã que investigou a Al Qaeda no Afeganistão, Paquistão e Ásia Central. Sua abordagem inovadora introduziu relatórios baseados em cenários, proporcionando uma visão aprofundada aos funcionários governamentais de alto nível. Ele desempenhou um papel fundamental em moldar o trabalho analítico do governo federal na área de combate ao terrorismo.

Educado em instituições de renome, incluindo Tübingen, na Alemanha, Georgetown, em Washington, DC, e Tel Aviv, em Israel, o Dr. Schindler possui mestrado e doutorado em Terrorismo Internacional pela St. Universidade, Reino Unido. Sua dedicação incansável e conhecimento especializado continuam a desempenhar um papel vital na promoção da segurança global e na luta contra o terrorismo internacional.

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.