{ads}

Possível caso de sarampo na cidade de Salta,Argentina

Leia outros artigos :

Salta,Argentina

Salta é uma capital de província no noroeste montanhoso da Argentina. Fundada em 1582, é conhecida pela arquitetura colonial espanhola e pela herança andina. A cidade centra-se na Plaza 9 de Julho, uma elegante praça repleta de cafés e rodeada pela Catedral de Salta, de estilo neoclássico, e pelo El Cabildo, uma câmara municipal do século XVIII transformada em museu histórico. O Museu de Arqueologia de Alta Montanha (MAAM), nas proximidades, possui artefatos incas.
O Ministério de Saúde está atualmente investigando um possível caso de sarampo na capital da província. Trata-se de um jovem de 20 anos que não tem histórico de viagens ao exterior. Por medida preventiva, as autoridades de saúde estão pedindo à população que verifique se seus esquemas de vacinação estão completos.

O paciente foi atendido em uma clínica pública na cidade de Salta, apresentando sintomas compatíveis com uma doença febril exantemática. Foram realizados testes sorológicos para sarampo, cujas amostras foram processadas no Laboratório de Referência Provincial de Sarampo e Rubéola, localizado no Hospital Público Materno Infantil de Salta.

Os porta-vozes do Ministério de Saúde Provincial afirmaram que suas equipes de resposta rápida (ERRA) estão realizando atividades de controle de focos de infecção no local, seguindo os procedimentos padrão para essas situações.

É importante destacar que o sarampo continua sendo uma ameaça à saúde pública. Em 2021, 128 mil pessoas foram afetadas por esta doença viral altamente contagiosa. Graças às campanhas de vacinação anteriores, a Argentina não teve casos autóctones desde o ano 2000, mantendo assim seu status de "país livre" dessa doença.

Diante deste possível caso, o Ministério da Saúde observou que as taxas atuais de vacinação estão abaixo das metas propostas para alcançar uma boa imunidade social, tanto a nível nacional quanto mundial. Recomenda-se que qualquer pessoa com febre e erupções cutâneas consulte um centro de saúde.

De acordo com o Calendário Nacional de Vacinação, é essencial garantir que as crianças recebam uma dose da vacina tríplice viral entre 12 meses e quatro anos, protegendo contra sarampo, rubéola e parotidite. Para pessoas com cinco anos ou mais, adolescentes e adultos nascidos após 1965, é necessário receber pelo menos uma dose de vacina com componente contra o sarampo após o primeiro ano de vida, ou demonstrar sorologia IgG positiva de anticorpos.

Além disso, as gestantes devem receber pelo menos duas doses de vacina, seja da vacina dupla ou tripla viral, após o primeiro ano de vida. Pessoas nascidas antes de 1965 são consideradas imunes e não precisam ser vacinadas.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.