{ads}

Motorista de ônibus beduíno é responsável por salvar 30 pessoas do massacre

Leia outros artigos :

Cena do massacre em Re'im



Youssef Ziadna, um beduíno israelita de 47 anos residente em Rahat, encontrou-se em uma situação inimaginável em 7 de outubro, quando se viu envolvido no ataque brutal do Hamas a Israel. Ziadna, motorista de microônibus, foi chamado para buscar um de seus clientes regulares, levando-o a um evento ao ar livre no Kibutz Re'im. O que deveria ser uma noite comum transformou-se em um pesadelo.

Assim que chegou perto de Kfar Aza, uma comunidade fronteiriça de Gaza, Ziadna foi confrontado com cenas de caos. Um homem, que havia escapado da festa, pediu desesperadamente ajuda. Ignorando o perigo iminente, Ziadna correu em direção a ele, apenas para ser alvo de tiros junto com o homem e uma mulher que o acompanhava. Mergulharam em uma vala na beira da estrada, enfrentando as balas que zumbiam ao seu redor.

Em meio ao fogo cruzado, Ziadna mostrou uma coragem inabalável. Determinado a cumprir sua missão, ele conseguiu chegar aos seus passageiros na festa em Reim. Ali, enfrentou um cenário de horror, com corpos, sangue e balas por todos os lados. Sem hesitar, instruiu as pessoas a se amontoarem em seu microônibus, resgatando-as do pesadelo. No caminho de volta, encontraram um casal ferido, vítima dos ataques. Com habilidade e conhecimento do terreno, Ziadna liderou seu microônibus por estradas secundárias, evitando os terroristas e garantindo a segurança de todos a bordo.

O retorno a Rahat não marcou o fim do pesadelo para Ziadna. Além de enfrentar o trauma do que testemunhou, ele está de luto por um primo que foi morto durante o ataque. Preocupa-se também com outros quatro membros da família que continuam desaparecidos. Além disso, ele recebeu ameaças de represália por ter ajudado judeus israelenses, e está alarmado com a vulnerabilidade de sua comunidade beduína, que carece de abrigos antiaéreos adequados.

Apesar do estresse e do perigo iminente, Ziadna continua firme em sua determinação. Ele espera que suas ações corajosas não apenas inspirem apreço, mas também tragam uma mudança para sua comunidade marginalizada. Ziadna acredita que, apesar das ameaças e do medo, é crucial que todos os israelenses se unam, independentemente de sua origem ou religião. Para ele, esta tragédia revelou a necessidade de solidariedade em tempos de adversidade.

A história de Youssef Ziadna é um testemunho da força do espírito humano em face do perigo, da compaixão em meio ao caos e da esperança que persiste mesmo nas situações mais sombrias. Suas ações heroicas, realizadas em meio a um ataque caótico e sangrento, servem como um lembrete poderoso da resiliência do povo israelense.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.