{ads}

ECDC propõe testes específicos para a gripe aviária em áreas com surtos em curso

Leia outros artigos :

ECDC

ECDC propõe testes específicos para a gripe aviária em humanos , em regiões atualmente afetadas por surtos


Num relatório técnico divulgado recentemente, o Centro Europeu de Controle de Doenças (ECDC) propõe uma estratégia específica de testagem em regiões com surtos persistentes de gripe aviária em aves de capoeira, bem como detecções em aves selvagens e outros animais. Esta estratégia foca-se em doenças respiratórias graves ou em problemas neurológicos inexplicados.

Além disso, o ECDC continua a avaliar o risco de infeção pelo vírus da gripe aviária H5, atualmente em circulação na Europa, considerando-o baixo para a população em geral na União Europeia (UE) e no Espaço Económico Europeu (EEE). O risco também é classificado como baixo a moderado para pessoas ocupacionalmente expostas a aves ou mamíferos infetados, sejam eles selvagens ou domesticados. Esta avaliação abrange diversas situações, dependendo do nível de exposição, com as infeções humanas por gripe aviária continuando a ser eventos raros.

Durante os meses de inverno, quando o vírus da gripe sazonal está em circulação na população, a abordagem aos testes e subtipagem do vírus da gripe aviária deve ser ajustada de acordo com a situação epidemiológica e as capacidades dos laboratórios de referência. Para identificar infeções humanas pelo vírus da gripe aviária, sem sobrecarregar os laboratórios de saúde e diagnóstico durante a época da gripe, propõe-se o seguinte método:

**Pessoas internadas em hospitais com sintomas respiratórios devem ser questionadas sobre exposição a aves doentes, animais selvagens ou outros animais nas duas semanas anteriores ao início dos sintomas ou antes da admissão (caso a data de início dos sintomas não seja conhecida). A testagem deve ser realizada com base numa avaliação de risco feita pelo médico. Amostras de pacientes hospitalizados com infeções graves pelo vírus influenza devem ser consideradas para subtipagem, especialmente se houver suspeita de um surto nosocomial.

**Pacientes hospitalizados com encefalite/meningoencefalite viral inexplicável devem ser testados para o vírus da influenza sazonal. Caso sejam positivos para o vírus tipo A, a subtipagem deve ser feita para excluir o vírus da gripe aviária.

**Grupos com infeções respiratórias graves que requerem hospitalização devem ser investigados e testados para o vírus da gripe aviária e outros vírus da gripe, caso os testes de rotina para patógenos respiratórios não ofereçam conclusões claras.

Adicionalmente, a vigilância de águas residuais poderia ser considerada como um método de monitorização suplementar em áreas afetadas. Contudo, a experiência e as evidências de utilização da vigilância de águas residuais para identificar baixos níveis de circulação de infeções por vírus da gripe zoonótica na população são, até ao momento, muito limitadas.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :
Targeted surveillance to identify human infections with avian influenza virus during the influenza season 2023/24, EU/EEA - EN - [PDF-315.5 KB]
NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.