-->

{ads}

Doença não diagnosticada afetando plantações de quiabo na Nigéria

Leia outros artigos :

quiabo ( Abelmoschus esculentus)


O Instituto de Pesquisa Agrária (IAR) da Nigéria lançou uma investigação meticulosa sobre uma patologia inédita que está a devastar as plantações de quiabo em toda a nação. Amostras minuciosamente coletadas estão atualmente sob análise, visando identificar um vírus de natureza suspeita e o inseto responsável por sua propagação. Paralelamente, o Instituto Nacional de Pesquisa Hortícola (NIHORT) havia previamente identificado um vírus que assolava as plantas de quiabo em todo o território, ocasionando a perda devastadora de mais de 70% das plantações.

Cientistas renomados estão atualmente avaliando a extensão desse flagelo que abate a agricultura do país. Esta enfermidade, ao ter se disseminado de forma onipresente, caracteriza-se como uma epidemia, tornando-se uma séria preocupação para a comunidade agrícola. Nesse contexto, uma solução emergencial é cogitada: a pulverização dos campos com insecticidas específicos, com a finalidade de controlar a propagação dos insetos vetores da doença.

Curiosamente, mesmo os frutos provenientes de plantas de quiabo infectadas aparentam ser inofensivos para o consumo humano. No entanto, para garantir a segurança alimentar, os agricultores estão sendo fortemente aconselhados a adotar medidas preventivas. Estas incluem a aplicação cuidadosa de produtos químicos em suas plantações antes do próximo ciclo sazonal e a aquisição de sementes de fontes certificadas e saudáveis, a fim de preservar a integridade de suas plantações.


Foi relatado que diversas cepas de fungos, bactérias e nematóides estão afetando as plantas de quiabo (espécie Abelmoschus, Malvaceae), além de pelo menos um vírus (vírus do mosaico das veias amarelas Bhendi, do gênero Begomovirus, Geminiviridae; transmitido por mosca branca). No entanto, para um diagnóstico conclusivo do agente causal dessa doença devastadora, são necessárias mais informações. Especificamente, é imperativo confirmar a suspeita de um vírus, o que possibilitaria uma compreensão mais aprofundada dessa calamidade que assola as plantações de quiabo em nosso país.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.