{ads}

Doença hemorrágica epizoótica (EHD) assola Portugal

Leia outros artigos :

Vista aérea da barragem e central hidroelétrica de Miranda do Douro,Portugal


Numa região já assolada pela seca, surge agora uma nova ameaça para os agricultores de Trás-os-Montes: a doença hemorrágica epizoótica (EHD). Trinta e três casos desta enfermidade, transmitida por insetos e que afeta maioritariamente os ruminantes, foram identificados em bovinos. Os sintomas, semelhantes aos do vírus da língua azul, incluem febre, falta de apetite, úlceras na boca e salivação excessiva. Para agravar as preocupações dos agricultores, a vulnerabilidade do gado infetado aumenta à medida que o seu sistema imunológico fica comprometido.

Esta epidemia, originada por um mosquito e aparentemente ligada a cervos, tem-se alastrado na região. As primeiras ocorrências foram detectadas em julho e início de agosto de 2023, tornando-se mais frequentes desde setembro do mesmo ano. De acordo com um comunicado da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) emitido em outubro de 2023, todos os distritos e municípios de Portugal continental estão agora sob a influência deste surto.

Nas áreas mais afetadas do norte, como Mogadouro, Miranda do Douro e parte de Vimioso, assim como em Bragança, os agricultores enfrentam não apenas a incerteza quanto ao presente, mas também uma apreensão crescente em relação ao futuro das explorações pecuárias e à produção de carne. Esta situação de crise vem após dois anos consecutivos de seca, tornando as perspectivas ainda mais sombrias.

O veterinário Válter Raposo, da Associação Nacional dos Criadores Mirandeses, alerta para a ausência de cura ou vacina para esta enfermidade, sublinhando que a prevenção se resume à adoção de cuidados extremos nas explorações pecuárias, incluindo o uso frequente de repelentes de insetos. As vacas apresentam não apenas sintomas físicos, mas também consequências económicas para os produtores, gerando uma onda de preocupação que se estende por toda a região.

A falta de informação pública detalhada sobre a propagação do EHD em Portugal tem levantado inúmeras questões entre os residentes locais. A incerteza persiste quanto à extensão do surto, deixando as comunidades rurais à mercê desta epidemia silenciosa. À medida que os agricultores enfrentam este desafio, a esperança reside na rápida mobilização das autoridades para conter o avanço da doença e proteger não apenas o gado, mas também o sustento e a segurança das pessoas que dependem da agricultura nesta região já tão castigada pela natureza.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.