{ads}

Avanços científicos revelam novas perspectivas no tratamento da doença inflamatória intestinal (DII)

Leia outros artigos :

Os cientistas descreveram um subconjunto de células imunológicas que desempenham um papel fundamental na saúde intestinal




A Doença Inflamatória Intestinal (DII) é um desafio crescente de saúde pública, afetando aproximadamente 1,6 milhão de americanos e apresentando 70.000 novos casos diagnosticados anualmente, de acordo com a Crohn's & Colitis Foundation. A DII não possui cura, e muitos pacientes enfrentam recaídas persistentes que impactam profundamente suas vidas. Até o momento, o foco dos tratamentos tem sido principalmente a redução da inflamação, mas as taxas de recaída continuam elevadas.

Entretanto, há uma luz no fim do túnel. Avanços recentes nas áreas de genética, imunologia e microbiologia estão fornecendo novas perspectivas para o tratamento da DII. Um estudo colaborativo envolvendo pesquisadores do Francis Crick Institute, King's College London e Guy's and St Thomas' NHS Foundation Trust identificou um subconjunto especializado de células T, conhecidas como V-gamma-4 (Vg4), que desempenham um papel crucial na proteção e reparo do revestimento intestinal.

Compreendendo as Células T V-gamma-4 (Vg4)

As células T Vg4 emergiram como uma peça importante do quebra-cabeça no tratamento da DII. Observando amostras de tecido de cólon saudável e de pacientes com DII, os pesquisadores notaram uma diferença notável na população de células T gama delta (γδ). Em intestinos saudáveis, as células T Vg4 são robustas, mas no tecido de pacientes com DII, esse subconjunto de células é frequentemente significativamente esgotado.

O professor Adrian Hayday, principal autor do estudo e professor de Imunobiologia na King's College London, descreve as células T γδ do intestino como guardiãs que limpam os danos causados por infecções e toxinas. Se essas células não funcionarem corretamente, os danos se acumulam, resultando em inflamação e possíveis mudanças cancerígenas descontroladas.

A Ligação Entre DII e Câncer Colorretal

Uma das descobertas mais intrigantes do estudo é a conexão entre a DII não controlada e formas graves de câncer colorretal. As ligações precisas ainda não são totalmente compreendidas, mas a ausência do subconjunto de células T Vg4 na DII pode ser o elo perdido. Outro grupo em Milão já havia identificado células T γδ no intestino com potencial para combater células cancerígenas do cólon. Defeitos nessas células podem estar ligando essas duas doenças de forma surpreendente.

Potencial de Tratamento e Prevenção
Os resultados também indicam que os pacientes com DII que têm uma população funcional e restaurada de células T Vg4 têm menos probabilidade de recaída após um surto de inflamação. Essa descoberta tem o potencial de revolucionar o tratamento clínico da DII, fornecendo marcadores mais precisos para monitorar a progressão e recuperação da doença.

O Caminho a Seguir

À medida que continuamos a explorar essas descobertas emocionantes, é crucial que a pesquisa se concentre na restauração e fortalecimento das células T Vg4 e na compreensão mais profunda de sua função no intestino. Isso pode abrir novas portas para terapias inovadoras que visam não apenas a redução da inflamação, mas também a proteção e o reparo do revestimento intestinal.

Em resumo, os recentes avanços na pesquisa sobre a DII são promissores e abrem uma nova era na busca por tratamentos eficazes. A identificação das células T Vg4 como protagonistas nesse cenário traz esperança para os milhões de americanos que sofrem com essa doença debilitante. A pesquisa publicada na revista Science é um marco importante nesse caminho, e estamos ansiosos para os desenvolvimentos futuros que podem mudar a vida dos pacientes com DII.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :
A pesquisa foi publicada na revista Science
NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.