-->

{ads}

Alerta de Riquetsiose: quatro mortes e cinco novos casos na Costa Rica

Leia outros artigos :

carrapato

Fotografia mostrando a vista dorsal de um carrapato macho das Montanhas Rochosas (Dermacentor andersoni), de cor marrom e creme, um agente da febre maculosa das Montanhas Rochosas (RMSF), descansando na lâmina de uma planta verde, imagem cortesia do CDC / Dr. Christopher Paddock, 2008


Nas últimas quatro semanas, o país testemunhou um aumento alarmante nos casos de riquetsiose, popularmente conhecida como a "doença das carrapatos, piolhos e pulgas". O Ministério da Saúde divulgou seu mais recente relatório, confirmando não apenas cinco novos casos, mas também uma fatalidade decorrente dessa mesma doença.

Isso eleva o total de mortes relacionadas à riquetsiose para quatro no território nacional até o momento, com todas essas tragédias ocorrendo entre os meses de julho e agosto. As vítimas eram três homens e uma mulher, com idades variando entre 43, 53, 70 e 81 anos, três deles residentes em Aserrí, e um caso em Pavas.

A Disseminação da Riquetsiose por Província


Analisando a disseminação da doença por província, San José é a que registra o maior número de casos de contágio, incluindo a prefeitura no cantão central de San José e Aserrí. Além disso, foram relatados casos em Cartago (cantão central), Puntarenas (em Montes de Oro) e Alajuela (San Ramon).

Sobre as Riquetsioses e Seus Sintomas


As infecções por riquétsias são causadas por várias bactérias do gênero Rickettsia. Os especialistas alertam que essas doenças são desafiadoras de diagnosticar, e o período de incubação da maioria das riquetsioses varia entre 5 e 10 dias.

A riquetsiose é transmitida por pulgas, piolhos e carrapatos, frequentemente encontrados em animais de estimação e animais de produção, como vacas, porcos e galinhas, entre outros. Infelizmente, essa doença também pode ser transmitida aos seres humanos.

Os sintomas a serem monitorados, que geralmente se desenvolvem na semana seguinte à infecção, incluem febre, dor de cabeça, mal-estar, náuseas e vômitos. É importante notar que algumas riquetsioses podem progredir rapidamente para uma doença grave, com complicações como inflamação pulmonar ou hepática, meningoencefalite, insuficiência renal aguda e falência de múltiplos órgãos, conforme relatado pelo Ministério da Saúde.

Conclusão

O aumento nos casos de riquetsiose é uma preocupação significativa para a saúde pública. É fundamental que as autoridades de saúde, a população e os profissionais médicos estejam atentos a essa doença e tomem medidas para sua prevenção e tratamento adequado. A transmissão da riquetsiose por insetos parasitas destaca a importância do controle de pragas e da manutenção da saúde de animais de estimação e de produção como medidas preventivas essenciais.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.