{ads}

Após beijo gay no palco, The 1975 é alvo de processo na Malásia - vídeo

Leia outros artigos :

Companhia processa The 1975 por £2 milhões depois de vocalista condenar leis homofóbicas



O grupo The 1975 está enfrentando um processo de mais de £2 milhões em danos depois que o vocalista Matty Healy criticou as leis anti-LGBTQ+ da Malásia e beijou um colega de banda no palco durante uma apresentação no país.

A produtora local Future Sound Asia alega que o grupo quebrou um contrato ao não seguir as diretrizes locais, apesar de ter recebido uma "garantia pré-show por escrito" de que seguiria todas as regras.

No Festival Good Vibes, Healy fez um discurso condenando a ilegalidade da homossexualidade na Malásia e beijou o baixista Ross MacDonald diante do público. Após o ocorrido, o evento de três dias foi cancelado, com a FSA atribuindo diretamente a Healy a responsabilidade por "linguagem abusiva, danos ao equipamento e comportamento indecente no palco".

A FSA está exigindo uma indenização de £2.099.154,54 referente aos prejuízos. Seu advogado afirma que as ações da banda tiveram impacto negativo em artistas e pequenos negócios locais que dependiam do festival. A empresa deseja seguir em frente para dar "algum fechamento" à comunidade afetada na Malásia.

Vocalista do The 1975 critica leis anti-LGBTQ+ e banda é processada na Malásia



AR News


Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎


Siga-nos





📙 GLOSSÁRIO:


🖥️ FONTES :
Com Agências :


NOTA:

O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.

🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️




Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.