Maceió-AL

Padre Cícero e Frei Damião : peregrinos de Deus que combatiam o comunismo no Nordeste do Brasil

Veja também

Frei Damião e Padim Ciço
Frei Damião e Padim Ciço

Padre Cícero Romão/Pádim Ciço teve uma visão profética e assim falou aos romeiros, numa entrevista em 1931:



O comunismo foi fundado pelo Demônio. Lúcifer é o seu nome e a disseminação de sua doutrina é a guerra do diabo contra Deus. Conheço o comunismo e sei que é diabólico. É a continuação da guerra dos anjos maus contra o Criador e seus filhos”.Padre Cícero


 "A futura Constituição, por exemplo, não deve ser atéia. O Brasil é uma nação católica e precisa viver com Deus. Sou partidário da Igreja unida ao Estado, porque sou católico apostólico romano, e me oriento pelo credo, que é o símbolo da Religião e da Fé. Deus é quem governa o mundo e os homens. Só o Criador é universal e absoluto".Padre Cícero

Meu Padim Ciço do Juazeiro e Frei Damião combatiam o comunismo nos sertões do nordeste, pregavam a fé em Deus,o amor a família tradicional e repudiavam a imoralidade

Logo AR NEWS NOTÍCIAS 24 horas
AR NEWS NOTÍCIAS 24 horas

AR NEWS:  Brasil, Maceió , de 2022






PADRE CÍCERO ROMÃO

Estátua do Padre Cícero na colina do Horto, em Juazeiro do Norte
Estátua do Padre Cícero na colina do Horto, em Juazeiro do Norte



Cícero Romão Batista foi um sacerdote católico brasileiro. Na devoção popular, é conhecido como Padre Cícero ou Padim Ciço. 

🔵Para as últimas manchetes, siga nosso canal do Google Notícias on-line ou pelo aplicativo.  📰 aqui

Nascimento e genealogia

Nascido no interior do Ceará, por parte paterna possuía ascendência portuguesa. Seu pai, Joaquim Romão Batista, era filho de Romão José Batista e Angélica Romana Batista. Seus antepassados paternos foram Francisca Pereira de Oliveira e o português Antônio José Batista e Melo, além de ser bisneto por parte de Francisca do português José Pereira Lima Aço.


Sua mãe, Joaquina Ferreira Gastão (que depois mudou seu nome para Joaquina Vicência Romana), era conhecida como dona Quinô, filha do baiano José Ferreira Gastão e neta de Manoel Ferreira Gastão e Antônia Maria de Sousa, ambos também baianos que emigraram para o Crato. Já aos seis anos começou a estudar com o professor Rufino de Alcântara Montezuma.


Infância e educação

Um fato importante marcou a sua infância: o voto de castidade feito aos 12 anos, influenciado pela leitura da vida de São Francisco de Sales.

Em 1860, foi matriculado no colégio do renomado padre Inácio de Sousa Rolim, em Cajazeiras, na Paraíba. Aí pouco demorou, pois a inesperada morte de seu pai, vítima de cólera em 1862, obrigou-o a interromper os estudos e voltar para junto da mãe e das irmãs solteiras. A morte do pai, que era pequeno comerciante no Crato, trouxe sérias dificuldades financeiras à família de tal sorte que, mais tarde, em 1865, quando Cícero Romão Batista precisou ingressar no Seminário da Prainha, em Fortaleza, só o fez graças à ajuda de seu padrinho de crisma, o coronel Antônio Luís Alves Pequeno.

Ordenação sacerdotal

Durante o período em que esteve no seminário, Cícero Romão era considerado um aluno mediano e, apesar de anos depois arrebatar multidões com seus sermões, apresentou notas baixas nas disciplinas relacionadas à oratória e eloquência.

Cícero foi ordenado padre no dia 30 de novembro de 1870. Após sua ordenação, retornou ao Crato e, enquanto o bispo não lhe dava paróquia para administrar, ficou a ensinar latim no Colégio Padre Ibiapina, fundado e dirigido pelo professor José Joaquim Teles Marrocos, seu primo e grande amigo.


Ingressou no Seminário da Prainha, em Fortaleza, onde foi ordenado Padre, em 1870, contra o voto do reitor do seminário, que lhe censurava pelas revelações de suas visões.

Dois anos depois, Padre Cícero foi designado vigário para o distrito de Juazeiro do Norte no Ceará, onde começou um trabalho pastoral com pregações e visitas domiciliares.

Restaurou a capela de Juazeiro, comprou imagens e ganhou a simpatia dos moradores, passando a exercer grande liderança na comunidade, que na época tinha 300 habitantes.


A visão Divina


Muitos livros afirmam que Padre Cícero resolveu fixar morada em Juazeiro devido a um sonho (ou visão) que teve, segundo o qual, certa vez, ao anoitecer de um dia exaustivo, após ter passado horas a fio a confessar as pessoas do arraial, ele procurou descansar no quarto contíguo à sala de aulas da escolinha, onde improvisaram seu alojamento, quando caiu no sono e a visão que mudaria seu destino se revelou. Ele viu, conforme relatou aos amigos íntimos, Jesus Cristo e os doze apóstolos sentados à mesa, numa disposição que lembra a última Ceia, de Leonardo da Vinci. De repente, adentra ao local uma multidão de pessoas carregando seus parcos pertences em pequenas trouxas, a exemplo dos retirantes nordestinos. Cristo, virando-se para os famintos, falou da sua decepção com a humanidade, mas disse estar disposto ainda a fazer um último sacrifício para salvar o mundo. Porém, se os homens não se arrependessem depressa, Ele acabaria com tudo de uma vez. Naquele momento, Ele apontou para os pobres e, voltando-se inesperadamente ordenou: - E você, Padre Cícero, tome conta deles!






Milagre

Um "milagre" ocorrido em 1889 transformou a vida do religioso e da cidade. Ao participar de uma comunhão geral, na capela de Nossa Senhora das Dores, a hóstia sangrou na boca de uma fiel.

Logo a notícia do milagre se espalhou e o fato teria se repetido em público várias vezes. A cidade de Juazeiro passou a receber peregrinos de vários lugares.

Punição

Em 1894, Padre Cícero foi punido com a suspensão da ordem. Dois médicos foram chamados para testemunhar o “milagre” e confirmaram o fato que só fortaleceu a crença do povo.

Padre Cícero foi chamado ao Palácio Episcopal. O bispo mandou investigar e a igreja não aceitou o milagre decidindo punir o padre. Em 1894 foi suspenso da ordem, acusado de manipulação da crença popular pelo Vaticano.

Inconformado e sem poder celebrar missa, Padre Cícero foi ao Vaticano, em 1898, pedir revogação da pena, ao papa Leão XIII. Saiu de lá com a vitória, mas o bispo não aceitou e pediu revisão do resultado.

O Santo

Quando a vida pública de Padre Cícero chegou ao fim, seu prestígio de santo deu grande impulso, principalmente depois da revolução de 1930. Era considerado santo e profeta infalível.

Com sua morte, a devoção ao Padre Cícero aumentou. Todos os anos, no dia de finados, uma multidão de romeiros, vinda de várias partes do Nordeste, chega a Juazeiro para visitar o túmulo do santo, na Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Em 1969, no alto da Colina do Horto foi erguida uma estátua do padre, com 27 metros de altura, que recebe um grande número de peregrinos. No local foi instalado também um pequeno museu.

Padre Cícero é considerado um "Santo Popular" para muitos fieis católicos nordestinos. É chamado de "São Cícero do Juazeiro".

Padre Cícero Romão Batista faleceu no dia 20 de julho de 1934, em Juazeiro do Norte, Ceará.

Processo de beatificação

No dia 20 de agosto de 2022, durante uma missa realizada no largo da Capela do Socorro, em Juazeiro do Norte, o Bispo da Diocese do Crato, Dom Magnus Henrique Lopes, afirmou que recebera uma carta datada de 24 de junho de 2022 da Congregação para a Causa dos Santos que autoriza o início do processo de beatificação de Padre Cícero. Com esta autorização do Vaticano, Padre Cícero recebeu automaticamente o título de "Servo de Deus".


Continue a leitura após o anúncio:
Confira  Últimas Notícias 🌎

FREI DAMIÃO

Frei Damião tinha um discurso conservador. Condenava o comunismo, o Carnaval e o uso de anticoncepcionais. Suas missões pelos lugarejos do Nordeste começavam diariamente de madrugada e se estendiam até a meia-noite, em romarias que contavam com milhares de pessoas
Frei Damião



Frei Damião tinha um discurso conservador. Condenava o comunismo, o Carnaval e o uso de anticoncepcionais. Suas missões pelos lugarejos do Nordeste começavam diariamente de madrugada e se estendiam até a meia-noite, em romarias que contavam com milhares de pessoas

A partir de 1940, começou a visitar povoados do interior pernambucano, já utilizando o pseudônimo de frei Damião de Bolzano, que o tornaria famoso.
Passou, então, a ser conhecido em todo o Nordeste como realizador de milagres, o que gerou atritos com a Igreja Católica.
Com uma deformação progressiva nas costas, causada por problemas de cifose (corcunda) e escoliose, Damião começou a ter dificuldades para falar e respirar.
Com o tempo, o frade capuchinho passou a ser reconhecido como sucessor do padre cearense Cícero Romão Batista (1844-1934), considerado um "santo" pelos nordestinos.

Frei Damião de Bozzano, nascido Pio Giannotti, OFMCap (Bozzano, 5 de novembro de 1898 — Recife, 31 de maio de 1997) foi um frade italiano radicado no Brasil. Está em processo de beatificação, tendo recebido os títulos de servo de Deus e venerável.


Frei Damião não utilizou linguagem modernizada para falar a esse Brasil. Sua linguagem era outra: era a linguagem das verdades eternas que ninguém pode mudar. Pregava o Céu e o Inferno, a devoção a Nossa Senhora, ao terço, aos Anjos, o horror aos demônios, o combate às tentações, os deveres dos solteiros e dos casados, dos pais e dos filhos. Condenava a vaidade do mundo e a imoralidade, o uso de trajes indecorosos e dos anticoncepcionais. E também fustigava o comunismo.


Biografia

Filho dos camponeses Felice (Félix) Giannotti e Maria Giannotti, nasceu na aldeia de Bozzano, município de Massarosa, na Toscana. Começou sua formação religiosa aos doze anos, na Ordem dos Frades menores Capuchinhos. Aos dezenove anos foi convocado para o exército italiano e participou da Primeira Guerra Mundial. Com o fim da Guerra, retornou à vida conventual entre os capuchinhos. Aos 27 anos diplomou-se em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana em Roma e foi docente do convento de Villa Basilica e do Seminário de Massa.


O frade capuchinho, ordenado sacerdote em 25 de agosto de 1923, transfere-se para o Brasil no ano de 1931, estabelecendo-se em Recife, no Convento Senhora da Penha, da Ordem dos Capuchinhos. É venerado pelos fiéis, principalmente nordestinos, pois foi nessa região que ele viveu a maior parte de sua vida, fazendo peregrinações pelas cidades, celebrando a Eucaristia, confessando, realizando casamentos e batismos etc. Por muitos nordestinos é considerado como santo. Encontra-se atualmente em processo de beatificação e canonização desde 31 de maio de 2003.


Por dia, muitas cartas chegam ao Convento de São Félix, onde ele está sepultado, contando fatos de cura, milagre, que a ciência não consegue entender.


Sua primeira missa foi nos arredores da cidade de Gravatá, em Pernambuco, na capela de São Miguel, no Riacho do Mel. Anualmente, no mês de maio, realiza-se naquela cidade as Festividades de Frei Damião: uma grande caminhada sai da Igreja Matriz Nossa Senhora de Santa'Ana (no centro de Gravatá) e vai até a Capela do Riacho do Mel.


Na cidade de Recife, mais precisamente no Convento de São Félix da Ordem dos Capuchinhos, onde se encontra seu corpo, acontece desde sua morte no fim de maio diversas celebrações em sua memória.


Em 1975, recebeu a medalha cunhada em ouro de amigo da cidade de Sousa, no estado da Paraíba, quando permitiu que se construísse a primeira estátua em sua homenagem, tendo o mesmo colocado a pedra fundamental naquele ano e em novembro de 1976 oficiou missa de inauguração, obra do renomado escultor pernambucano Abelardo da Hora. A estátua esta construída no serrote denominado Alto da Bênção de Deus, e se constitui hoje num facho abençoado de luz, deixando todos que contemplam mais próximos de Deus e de Nossa Senhora. E hoje é visitada por milhares de fiéis.


Em 27 de setembro de 1977, recebeu o título de Cidadão de Pernambuco e, em 4 de maio de 1995, o título de Cidadão do Recife.


Frei Damião ocupou-se em disseminar “as santas missões” pelo interior do Nordeste. “As santas missões” eram um tipo de cruzadas missionárias, de alguns dias de duração, pelas cidades nordestinas. Nessas ocasiões, era armado um palanque ao ar livre com vários alto-falantes onde o frade transmitia os seus sermões. Quando perguntado sobre os objetivos de suas “santas missões” aos sertanejos, o frei respondia que um dos objetivos era “livrá-los do Demônio, que queria afastá-los da Igreja e fazê-los abraçar outro credo [...]”.


Nunca abandonou suas caminhadas e romarias pelas localidades, no qual acompanhava com ele sempre, um terço e um crucifixo, as quais fazia com seu amigo Frei Fernando. Só parou poucos meses antes de falecer, devido ao agravamento de seu problema na coluna vertebral, fruto da má postura de toda a vida.


Frei Damião morreu no Real Hospital Português do Recife e seu corpo está enterrado na capela de Nossa Senhora das Graças, de quem era devoto, no Convento São Félix, no bairro do Pina, no Recife. Sua vida é retratada no livro do escritor Luís Cristóvão dos Santos, "Frei Damião - O Missionário dos Sertões".


Na ocasião de sua morte, em 31 de maio de 1997, o governo de Pernambuco e a prefeitura de Recife decretaram luto oficial de três dias.


No interior de Pernambuco, na cidade de São Joaquim do Monte, todos os anos milhares de romeiros chegam para prestar suas homenagens ao Frade. O Encontro de Romeiros, ou Romaria de Frei Damião como é mais conhecida, acontece todos os anos entre o fim de agosto e início do mês de setembro. Programação religiosa e cultural modificam totalmente o aspecto da cidade. O ponto central da peregrinação é a estátua erguida em homenagem a Frei Damião localizada no Cruzeiro.


Em 2004, foi inaugurado o Memorial Frei Damião em sua homenagem, na cidade de Guarabira, Paraíba, uma das várias cidades em que o frade capuchinho percorreu em suas missões.


Em 2019 Frei Damião foi considerado Venerável pelo Papa Francisco.



📙 GLOSSÁRIO:


 
Com Agências
luiz gonzaga viva meu padim
https://www.ebiografia.com/padre_cicero/
Matéria Publicada no Jornal o Povo em 1931
https://mais.opovo.com.br/reportagens-especiais/acervo-opovo/2020/10/12/na-casa-do-padre-cicero.html
https://pt.wikipedia.org/wiki/Frei_Dami%C3%A3o
https://www1.folha.uol.com.br/fsp/1997/5/28/cotidiano/41.html#:~:text=Frei%20Dami%C3%A3o%20tinha%20um%20discurso,contavam%20com%20milhares%20de%20pessoas.
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

  Continue a leitura no site após o anúncio:




Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>