Maceió-AL

Enquanto Brasil corre risco da reintrodução da poliomielite , Alexandre de Moraes veta campanha educativa do MS na TV

Veja também

Campanha da OPAS - vacine contra a polio

Campanha da OPAS - vacine contra a polio

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) disse em setembro de 2022 que Brasil, República Dominicana, Haiti e Peru correm um risco muito alto de reintrodução da pólio, já que a diminuição das taxas de vacinação durante a pandemia de coronavírus levou para baixas históricas na proteção contra a doença. A cobertura regional da vacina contra a poliomielite caiu para cerca de 79%, a menor desde 1994, disse a OPAS.

O quão séria é a poliomielite?

A poliomielite pode causar paralisia permanente. Foram descritos casos de indivíduos que se recuperaram totalmente, mas desenvolveram a síndrome pós-pólio entre 15 e 40 anos depois, na qual dores musculares, fraqueza nos membros e novos episódios de paralisia ocorrem. Relata-se que duas a 10 em cada 100 crianças com poliomielite paralítica morrem devido à paralisia que afeta os músculos que as ajudam a respirar.

  •  A poliomielite afeta principalmente crianças com menos de cinco anos de idade.
  • Uma em cada 200 infecções leva a uma paralisia irreversível (geralmente das pernas). Entre os acometidos, 5% a 10% morrem por paralisia dos músculos respiratórios.
  • Os casos de poliomielite diminuíram mais de 99% nos últimos anos: dos 350 mil casos estimados em 1988 para 29 casos notificados em 2018.
  • Enquanto houver uma criança infectada, crianças de todos os países correm o risco de contrair a poliomielite. Se a doença não for erradicada, podem ocorrer até 200 mil novos casos no mundo, a cada ano, dentro do período de uma década.
  • Na maioria dos países, os esforços mundiais ampliaram as capacidades para combater outras doenças infecciosas, construindo sistemas eficazes de vigilância e imunização.
  • O Brasil recebeu o certificado de eliminação da pólio em 1994. No entanto, até que a doença seja erradicada no mundo (como ocorreu com a varíola), existe o risco de um país ou continente ter casos importados e o vírus voltar a circular em seu território. Para evitar isso, é  importante manter as taxas de cobertura vacinal altas e  fazer vigilância constante, entre outras medidas. OPAS
Vacinação contra polio - Foto: Erasmo Salomão/MS
Vacinação contra polio - Foto: Erasmo Salomão/MS


Logo AR NEWS NOTÍCIAS 24 horas
AR NEWS NOTÍCIAS 24 horas

AR NEWS:  Brasil, Maceió ,08 de outubro  de 2022





“Alexandre de Moraes proíbe, pela 2ª vez, o Ministério da Saúde de realizar campanha de vacinação de pólio. Vai ter criança certamente infectada e vai ter problemas pelo resto da vida, por uma questão pessoal de Alexandre de Moraes, para começar a dizer que o Bolsonaro não quer vacina” Bolsonaro em entrevista a jornalistas no Palácio da Alvorada






TSE nega autorização para pronunciamento de Queiroga sobre vacinação
No período eleitoral, é necessária autorização da Justiça Eleitoral

Para Moraes não há gravidade e urgência para justificar a aparição de Queiroga em cadeia nacional durante as eleições


O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, negou pedido de autorização para transmissão de pronunciamento do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em cadeia de rádio e TV para reforçar a campanha de vacinação de crianças contra a poliomielite. A decisão foi assinada no dia 1º de outubro. 

O pedido de autorização foi feito no dia 30 de setembro pela Secretaria de Comunicação Social, órgão do Ministério das Comunicações. O pronunciamento seria veiculado em 7 de outubro e teria objetivo de conclamar a população a aderir à campanha de vacinação, alertando os pais sobre a importância da campanha diante dos dados que mostram diminuição da cobertura vacinal. 

Na decisão, Moraes disse que, embora o pronunciamento seja educativo sobre a importância da vacinação, não há gravidade e urgência para justificar a aparição de Queiroga em cadeia nacional durante as eleições

Pela legislação, a autorização prévia da Justiça Eleitoral para veiculação de pronunciamentos é necessária durante o período eleitoral. 

"De fato, mesmo que a divulgação de dados e alertas assuma inegável importância para a adequada conscientização e, consequentemente, aumento da cobertura vacinal, mostra-se plenamente viável que a população tenha acesso a tais informações por outros meios, razão pela qual, no caso, não se revela imprescindível que, para atingir a mesma finalidade pretendida, o titular da pasta se pronuncie na rede nacional de rádio e TV, sob pena de violação ao princípio da impessoalidade, tendo em vista a indevida personificação, no período eleitoral, de ações relacionadas à administração pública", afirmou Moraes. 

Queiroga comentou a decisão após participar de um seminário sobre o futuro da indústria farmacêutica no Brasil. 

"Nós fizemos a nossa parte, nós solicitamos para fazer um pronunciamento em rede nacional de rádio e de televisão, mas o presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, entendeu que feria preceitos constitucionais de impessoalidade. Os poderes são autônomos, devem ser harmônicos e todos nós temos que nos curvar à legislação", declarou. 

Vacinação

Mais cedo, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse  que a pasta vai atingir a meta de vacinar 95% das crianças menores de 5 anos contra a poliomielite. Atualmente, segundo o ministro, a cobertura vacinal está em torno de 60%. Ao todo, 14,3 milhões de crianças devem receber a dose.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite começou no dia 8 de agosto e foi encerrada na última sexta-feira (30), depois de ser prorrogada uma vez por causa da baixa adesão.

🔵Para as últimas manchetes, siga nosso canal do Google Notícias on-line ou pelo aplicativo.  📰 aqui

Assista ao Vídeo educativo , baseado em evidências científicas realizado pelo Ministro da Saúde do Brasil  Dr. Marcelo Queiroga sobre campanha de vacinação contra poliomielite, o qual foi vetado por Alexandre de Moraes -TSE

Continue a leitura após o anúncio:
Confira  Últimas Notícias 🌎


 

  🖥️ FONTES :
 EBC Ipsis Litteris
https://www.paho.org/pt/topicos/poliomielite
Com Agências

O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

  Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>