Maceió-AL

Os erros das pesquisas , as causas da abstenção e a frustração política

Veja também

Brasília
 Brasília
Logo AR NEWS NOTÍCIAS 24 horas
AR NEWS NOTÍCIAS 24 horas

AR NEWS:  Brasil, Maceió ,18 de setembro  de 2022






🔵Para as últimas manchetes, siga nosso canal do Google Notícias on-line ou pelo aplicativo.  📰 aqui

PARA REFLETIR

“Enquanto os institutos de pesquisas não entenderem que parte da população tem vergonha em admitir em quem vota, vai continuar errando tudo”.

Por que só o Cunha?

Não tenho nenhuma procuração para defender o senador Rodrigo Cunha, mas chama a atenção a hipocrisia de seus adversários quando o criticam por receber dinheiro do Fundo Eleitoral, para financiar suja campanha. Uma campanha majoritária para ser bancada, necessita de alguns milhões e esse Fundo foi criado com esse objetivo: bancar os partidos financeiramente. A fatia de Cunha é bem maior que os demais, porém não foi ele que inventou a mamata eleitoral. Aqueles que o criticam também receberam suas partes na repartição do bolo. Se não tiveram competência para faturar mais, aí a culpa não é do senador.

Pesquisas caolhas

A eleição de 2020 todos se lembram, ficou marcada pelo elevado número de erros de grandes institutos de pesquisas, que “amarelaram” e alguns chegaram até a cancelar as tradicionais pesquisas de boca de urna.

O Datafolha apontou a vitória de Marília Arraes (PT) no Recife e o Ibope “viu” Manuela D’Ávila (PCdoB) na frente (51% a 49%) em Porto Alegre, mas deu Sebastião Melo (55% a 45%).

O dia da eleição chegou, os resultados foram outros e os institutos tentaram explicar o inexplicável.

As pesquisas também deram vexame em 2018, com Witzel no Rio e de Romeu Zema em Minas, e nas derrotas de Dilma e Eduardo Suplicy.

O que se pode esperar agora em 2022? Algo parecido ou pior, em minha opinião.

Os erros das pesquisas

Outra teoria para o erro das pesquisas eleitorais este ano está na desatualização de dados demográficos, dado que o último censo foi realizado em 2010. Segundo a presidente do Ibope Inteligência, Márcia Cavallari, “quanto mais distante [de 2010], pior fica o resultado” das pesquisas.

Além disso, as pesquisas presenciais requerem que os entrevistadores visitem uma amostra representativa de residências. Mas a seleção de bairros que os pesquisadores visitarão é feita através da malha de setores censitários, que também não é atualizada desde 2010. Bairros novos simplesmente não aparecem para os institutos de pesquisa e não os incluir pode enviesar a amostra. (com informações do Diário do Poder).

As causas da abstenção

Apontam os cientistas políticos que os índices de abstenção que vêm crescendo, nas últimas eleições, representa a desconfiança das pessoas nos políticos, como a causa responsável pela ausência do povo nas urnas.

Em Democracia quanto maior for a abstenção mais a legitimidade democrática é posta em causa, sem dúvida. Portanto essa tendência para a abstenção mostra uma crescente desconfiança dos cidadãos em relação às instituições e à chamada classe política.

Frustração política

Cada vez mais as pessoas rejeitam disponibilizar tempo para a vida política e nota-se que há nessa recusa, uma atitude de descrença muito grande em relação à capacidade dos atuais líderes políticos. O professor Elísio Estanque, especialista em política contemporânea, da Universidade de Coimbra, descreve

com muita propriedade que: “Há uma parte da sociedade que já não acredita na política. Não por uma questão de ignorância ou falta de esclarecimento político, mas sim por um sentimento de frustração, de abandono e de descrença”. Essa é a nossa realidade.

Alagoas com fome

Mais uma vez aparecemos na pauta negativa nacional como o estado onde há maior proporção de pessoas passando fome no Brasil.

A proporção de alagoanos famintos é duas vezes a média nacional (15,5%), de acordo com dados do 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, que divulgou informações sobre segurança alimentar por estado nesta quarta-feira (14).

Não dá para entender que isto aconteça com tantos milhões do Orçamento Secreto injetados para o estado e prefeituras do interior. Afinal para onde vai essa dinheirama toda?

Fazendo escola

O desprezo do presidente Jair Bolsonaro com as mulheres tem contaminado seus seguidores a cada dia. A jornalista Vera Magalhães foi hostilizada pelo deputado estadual paulista Douglas Garcia (Republicanos), durante o debate para o governo de São Paulo. Usando um celular para gravar o ato, o parlamentar foi até ela e reiterou os ataques feitos pelo chefe do Executivo há duas semanas a chamando de "vergonha para o jornalismo brasileiro", em seguida, reproduziu uma falsa notícia sobre a remuneração anual dela na TV Cultura. Já está protocolado na Alesp um pedido de cassação do agressor.

Heloisa sendo Heloisa

Bastou que Marina Silva anunciasse seu apoio a Lula para que a imprensa maldosa e boateira de Alagoas começasse a insinuar que Heloisa Helena (hoje candidata a deputada federal pelo Rio de Janeiro) seguiria o mesmo caminho.

Tenho falado com ela quase diariamente e sabia de sua reação.

Alguns por falta de conhecimento e outros por maldade mesmo, se comportam como porta vozes da política retrograda para ataca-la. Tão logo Marina fez sua declaração Heloisa publicou nas redes sociais sua reação – “não aceito a vassalagem política em relação aos grandes e poderosos., que ousam pensar que a todos podem comprar”

IPVA zero

O governador Paulo Dantas promete zerar o IPVA de veículos de até 40 mil motoristas de aplicativos e também de todas as motos de até 170 cilindradas, segundo anunciou em suas redes sociais.

A medida teve ampla repercussão e alcança setores vitais da sociedade, principalmente aqueles de renda mais baixa.

Em sua mensagem Dantas diz: “Essa é a força que você que vive na correria precisa”.

Arapiraca é Rodrigo Cunha

O senador Rodrigo Cunha calculou o alvo e atirou: “Arapiraca terá finalmente um filho da terra governador”. O mote pegou e quem passa pela cidade e adjacências é o refrão que mais se ouve. Com um forte empurrão do prefeito Luciano Barbosa, que possui um capital eleitoral comprovado, a campanha de Cunha pegou gás e sua votação será recorde, com força para levá-lo ao segundo turno e quem sabe ao Palácio Zumbi dos Palmares.

O senador Fernando Collor exibiu vídeo do prefeito de Palmeira dos Índios, ressaltando e agradecendo seu apoio à administração. Uma boa peça de campanha de apoio.

O governador Paulo Dantas é o único entre os candidatos com passagem “comprada e marcada” para o segundo turno.

Continue a leitura após o anúncio:
Confira  Últimas Notícias 🌎



📙 GLOSSÁRIO:


🖥️ FONTES :
 Coluna Pedro Oliveira

Jornalista e escritor. Articulista político . Pós graduado em Ciências Políticas pela UnB. É presidente do Instituto Cidadão, membro da União Brasileira de Escritores e da Academia Palmeirense de Letras. 
Pedro Oliveira - https://resumopolitico.com.br/.
Avenida Fernandes Lima 1513/504 - Farol
Maceió - AL
(82) 3338.1756 (82) 8141.2500

Atenção: Este é um texto pessoal da Coluna do Jornalista Pedro Oliveira, e as visões desta matéria não necessariamente refletem a opinião do Blog Site AR NEWS
Com Agências


🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

  Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>