Maceió-AL

Usina nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia, enfrenta novo bombardeio neste sábado

Veja também

Os inspetores nucleares da ONU estão se aproximando de um acordo para visitar a usina nuclear de Zaporizhzhia, que enfrentou novos bombardeios no sábado. Foto de arquivo por Sergei Supinsky/EPA-EFE
Os inspetores nucleares da ONU estão se aproximando de um acordo para visitar a usina nuclear de Zaporizhzhia, que enfrentou novos bombardeios no sábado. Foto de arquivo por Sergei Supinsky/EPA-EFE
Logo AR NEWS NOTÍCIAS 24 horas
AR NEWS NOTÍCIAS 24 horas






27 de agosto  -- A usina nuclear na cidade ucraniana de Zaporizhzhia enfrentou novos bombardeios no sábado, enquanto as autoridades trabalhavam na finalização dos planos para os inspetores da ONU visitarem a instalação sitiada, disseram autoridades.

Autoridades russas e ucranianas culparam umas às outras pelos ataques, um dos quais atingiu a usina. A Energoatom, operadora da usina de Zaporizhzhia, alertou que a instalação corre o risco de ter um "vazamento de hidrogênio".

🔵Para as últimas manchetes, siga nosso canal do Google Notícias on-line ou pelo aplicativo.  📰 aqui

"Como resultado de bombardeios periódicos, a infraestrutura da usina foi danificada, há riscos de vazamento de hidrogênio e respingos de substâncias radioativas, e o risco de incêndio é alto", disse a Energoatom em comunicado.

As forças russas controlam a usina nuclear desde março, mas a equipe ucraniana está trabalhando lá.

Continue a leitura após o anúncio:
Confira  Últimas Notícias 🌎

"A Ucrânia pede à comunidade mundial que tome medidas imediatas para forçar a Rússia a liberar o ZNPP e transferir a usina para o controle de nosso país para a segurança de todo o mundo", acrescentou Energoatom.

O bombardeio também atingiu áreas civis próximas à usina. Anton Gerashchenko, assessor do ministro de Assuntos Internos, disse que o bombardeio russo atingiu um prédio de apartamentos, matando pelo menos cinco pessoas.
Entre os mortos estavam Anastasia Borovyk, 29, e seus filhos de 8 e 2 anos.

A nova violência ocorre quando os inspetores nucleares das Nações Unidas se aproximam de um acordo para visitar a instalação. O bombardeio foi desconectado da rede elétrica da Ucrânia duas vezes esta semana. Autoridades de Kiyv disseram que não acreditam que o dano à linha de transmissão tenha sido intencional.

A Agência Internacional de Energia Atômica está planejando enviar inspetores para a instalação na próxima semana, quando os inspetores poderão verificar os principais sistemas e obter uma imagem melhor da saúde da usina. Autoridades ucranianas disseram que os detalhes da viagem estão sendo elaborados.

Segundo informações observadas pelo The New York Times , a AIEA planeja enviar seu chefe, Rafael Mariano Grossi, junto com outros 13 especialistas.

Enquanto isso, uma análise do Ministério da Defesa da Grã-Bretanha indica que a Rússia pode estar procurando aumentar seus ataques à região de Donbas, que inclui os oblasts de Luhansk e Donetsk, apoiados pelos separatistas. O ministério disse que a escalada pode ser uma resposta aos planos da Ucrânia para uma contra-ofensiva, segundo o The Washington Post.

O chefe regional de Donetsk, Pavlo Kyrylenkso, disse que quase três quartos da população do oblast foi evacuada desde o início da guerra em fevereiro.


📙 GLOSSÁRIO:


🖥️ FONTES :
 
Com Agências


🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

  Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>