Maceió-AL

Organização Mundial da Saúde declara surto de Marburg em Gana

Veja também

AR NEWS NOTÍCIAS   Brasil, Maceió 17   de julho de 2022

                       Organização Mundial da Saúde declara surto de Marburg em Gana

Vírus Marburg
Vírus Marburg 



🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui

Gana declara primeiro Surto do mortal Vírus Marburg , diz OMS

Accra/Brazzaville - Gana anunciou o primeiro surto do vírus Marburg no país, depois que um laboratório do Centro Colaborador da Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou resultados anteriores.

O Institut Pasteur em Dakar, no Senegal, recebeu amostras de cada um dos dois pacientes da região sul de Ashanti de Gana – ambos falecidos e não relacionados – que apresentavam sintomas como diarreia, febre, náuseas e vômitos. O laboratório corroborou os resultados do Noguchi Memorial Institute for Medical Research, que sugeriram que a doença era causada pelo vírus Marburg. Um caso foi um homem de 26 anos que deu entrada em um hospital em 26 de junho de 2022 e morreu em 27 de junho. O segundo caso foi um homem de 51 anos que deu entrada no hospital em 28 de junho e morreu no mesmo dia. Ambos os casos procuraram tratamento no mesmo hospital com poucos dias de diferença.

A OMS tem apoiado uma equipe nacional conjunta de investigação na região de Ashanti, bem como as autoridades de saúde de Gana, destacando especialistas, disponibilizando equipamentos de proteção individual, reforçando a vigilância de doenças, testando, rastreando contatos e trabalhando com as comunidades para alertá-las e educá-las sobre os riscos e perigos da doença e colaborar com as equipes de resposta a emergências. Além disso, uma equipe de especialistas da OMS será enviada nos próximos dias para fornecer coordenação, avaliação de risco e medidas de prevenção de infecções.

“As autoridades de saúde responderam rapidamente, começando a preparar-se para um possível surto. Isso é bom porque, sem ação imediata e decisiva, o Marburg pode facilmente sair do controle. A OMS está no terreno apoiando as autoridades de saúde e agora que o surto foi declarado, estamos mobilizando mais recursos para a resposta”, disse o Dr. Matshidiso Moeti, Diretor Regional da OMS para a África.

Mais de 90 contatos, incluindo profissionais de saúde e membros da comunidade, foram identificados e estão sendo monitorados.

Marburg é uma febre hemorrágica viral altamente infecciosa da mesma família da doença mais conhecida do vírus Ebola. É apenas a segunda vez que a doença zoonótica foi detectada na África Ocidental. A Guiné confirmou um único caso em um surto que foi declarado encerrado em 16 de setembro de 2021, cinco semanas após a detecção do caso inicial.

Continue a leitura após o anúncio:
🟢Confira  Últimas Notícias 🌎

Surtos anteriores e casos esporádicos de Marburg na África foram relatados em Angola, República Democrática do Congo, Quênia, África do Sul e Uganda. A OMS entrou em contato com países vizinhos de alto risco e eles estão em alerta.

Marburg é transmitido às pessoas por morcegos frugívoros e se espalha entre humanos através do contato direto com os fluidos corporais de pessoas, superfícies e materiais infectados. A doença começa abruptamente, com febre alta, dor de cabeça intensa e mal-estar. Muitos pacientes desenvolvem sinais hemorrágicos graves dentro de sete dias. As taxas de mortalidade de casos variaram de 24% a 88% em surtos anteriores, dependendo da cepa do vírus e da qualidade do gerenciamento de casos. Embora não existam vacinas ou tratamentos antivirais aprovados para tratar o vírus, os cuidados de suporte – reidratação com fluidos orais ou intravenosos – e o tratamento de sintomas específicos melhoram a sobrevida. Uma série de tratamentos potenciais, incluindo produtos sanguíneos, terapias imunológicas e terapias medicamentosas, bem como vacinas candidatas com dados de fase 1 estão sendo avaliadas.

🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

🖥️ FONTES : 
OMS 

📙 GLOSSÁRIO:

Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>