Maceió-AL

Agência Europeia de Medicamentos autoriza vacina contra Monkeypox

Veja também

AR NEWS NOTÍCIAS   Brasil, Maceió 22   de julho de 2022
monkeypox
monkeypox


A Agência Europeia de Medicamentos disse na sexta-feira que a vacina contra a varíola fabricada pela Bavarian Nordic também deve ser autorizada contra a varíola, já que o surto da doença outrora rara continua a adoecer pessoas em todo o continente.

🔵Para as últimas manchetes, siga nosso canal do Google Notícias on-line ou pelo aplicativo.  📰 aqui

O regulador de medicamentos da União Europeia disse que sua recomendação foi baseada em estudos em animais que sugerem que a vacina protege primatas não humanos da varíola.

Cabe ao braço executivo da UE, a Comissão Europeia, aprovar formalmente a vacina com base na recomendação da EMA.


Continue a leitura após o anúncio:
🟢Confira  Últimas Notícias 🌎


“Para confirmar a eficácia da vacina contra a varíola, a empresa coletará dados de um estudo observacional que será realizado durante o surto de varíola em andamento na Europa”, disse a EMA.

Ele acrescentou que o perfil de segurança da vacina era “favorável” e os benefícios de seu uso durante o surto de varíola dos macacos em andamento superavam os riscos, observando principalmente efeitos colaterais leves a moderados.

A vacina, conhecida como Imvanex na Europa, mas vendida como Jynneos nos Estados Unidos, já foi liberada para uso contra a varíola pelos reguladores americanos.

Dos mais de 15.000 casos de varíola dos macacos relatados em todo o mundo, quase 70% estão na Europa, com mais de 30 países em todo o continente afetados. As doses da vacina nórdica bávara são extremamente limitadas.

A maior parte da oferta mundial já foi comprada por países e regiões, incluindo Grã-Bretanha, Canadá, UE e EUA.

Nenhum foi para a África, onde uma versão mais severa da varíola dos macacos matou dezenas de pessoas. Nenhuma morte por varíola dos macacos foi relatada em países ricos.

As pessoas que pegam varíola geralmente apresentam sintomas que incluem febre, dores no corpo, erupções cutâneas e lesões; a maioria se recupera em semanas sem precisar de atenção médica.

Autoridades em vários países, incluindo Grã-Bretanha, Alemanha e Estados Unidos, ofereceram a vacina a profissionais de saúde e aqueles com alto risco de serem infectados pela varíola.

Nos EUA, a crescente demanda pela vacina contra a varíola fez com que o sistema de agendamento falhasse na cidade de Nova York, um dos muitos lugares onde os suprimentos se esgotaram quase imediatamente após a chegada.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️



🖥️ FONTES : 
The European Medicines Agency

📙 GLOSSÁRIO:

Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>