Política de tolerância zero da China para conter Covid-19 é insustentável, diz OMS
Maceió-AL

Siga-nos

Política de tolerância zero da China para conter Covid-19 é insustentável, diz OMS

As observações do órgão de saúde contra as medidas de contenção do coronavírus são irresponsáveis, disse o Ministério das Relações Exteriores da China.
🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui
O chefe da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus , disse na terça-feira que a política de tolerância zero da China para conter o Covid-19 é insustentável, informou o The Guardian .
Diretor Geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus
Diretor Geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus


Sob a política de tolerância zero, bloqueios rigorosos são impostos em várias cidades. Os alimentos são distribuídos aos moradores, pois eles não podem sair de suas casas. A política também inclui proibições de viagens e testes em massa.

🟢Confira  Últimas Notícias 🌎

“Não achamos que seja sustentável, considerando o comportamento do vírus e o que prevemos no futuro”, disse Ghebreyesus em uma entrevista coletiva, segundo a CNN. “Uma mudança [na política] seria muito importante”.

Enquanto isso, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, descreveu as observações do órgão de saúde como irresponsáveis.

“Esperamos que o indivíduo relevante possa ver a política chinesa de Covid de forma objetiva e racional e conhecer os fatos, em vez de fazer comentários irresponsáveis”, disse Lijian, segundo a Reuters.

Na terça-feira, o diretor de emergências da Organização Mundial da Saúde, Mike Ryan, observou que a política de tolerância zero ao coronavírus precisa levar em consideração os impactos nos direitos humanos e nas consequências econômicas, informou o The Guardian.

A China registrou 15.000 mortes desde que a pandemia atingiu Wuhan em 2019, um número menor em comparação com quase um milhão de mortes nos Estados Unidos e mais de cinco lakh na Índia, disse Ryan.

A política de tolerância zero está atualmente em vigor em Xangai, que está vendo um aumento nos casos de Covid-19 impulsionados pela variante Omicron. A cidade de 25 milhões de habitantes está fechada há seis semanas.

As restrições afetaram o fornecimento de alimentos e outros itens essenciais. A maioria dos supermercados da cidade também foram fechados.
Moradores em Shanghai gritando após 7 dias seguidos do bloqueio da cidade. O narrador teme que haverá grandes problemas. (no dialeto xangainês — ele prevê que as pessoas não aguentam muito mais tempo — ele implica tragédia).


Um vídeo que apareceu recentemente no Twitter mostrou moradores gritando de frustração de suas varandas em meio ao bloqueio draconiano.

Alguns até reclamaram nas redes sociais sobre a falta de acesso a medicamentos ou tratamentos hospitalares. Muitos dependem de pacotes de vegetais fornecidos pelo governo.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem