Coreia do Norte relata primeiro surto de Covid-19 e declara emergência
Maceió-AL

Siga-nos

Coreia do Norte relata primeiro surto de Covid-19 e declara emergência

Coreia do Norte relata primeiro surto de Covid-19 e declara emergência
Coreia do Norte relata primeiro surto de Covid-19 e declara emergência


Especialistas acreditam que a Coreia do Norte não vacinou nenhum de seus 25 milhões de habitantes, tendo rejeitado ofertas de vacinação da Organização Mundial da Saúde, e China e Rússia

🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui

 Coreia do Norte confirmou seu primeiro caso de Covid-19 e declarou uma "grave emergência nacional", com o líder Kim Jong Un prometendo "eliminar" o vírus, informou a mídia estatal nesta quinta-feira.

O país empobrecido e com armas nucleares nunca admitiu um caso de Covid-19, com o governo impondo um rígido bloqueio por coronavírus de suas fronteiras desde o início da pandemia em 2020.

Mas as amostras coletadas de pacientes com febre na capital eram "consistentes com" a variante Omicron altamente transmissível do vírus, informou a agência oficial de notícias central coreana.

Autoridades de alto escalão, incluindo o líder Kim Jong Un, realizaram uma reunião do Politburo de crise para discutir o surto e anunciaram que implementariam um sistema de controle de vírus de "emergência máxima".

Kim disse na reunião que "o objetivo era eliminar a raiz no menor período de tempo", segundo a KCNA.

"Ele nos garantiu que, devido à alta consciência política do povo, certamente superaremos a emergência e venceremos o projeto de quarentena de emergência", afirmou.

Kim pediu controles de fronteira mais rígidos e medidas de bloqueio, dizendo aos cidadãos "para bloquear completamente a propagação do vírus malicioso, bloqueando completamente suas áreas em todas as cidades e condados do país".

Todas as atividades de negócios e produção serão organizadas para que cada unidade de trabalho seja "isolada" para evitar a propagação de doenças, acrescentou a KCNA.

- Sem vacinas -

Especialistas acreditam que a Coreia do Norte não vacinou nenhum de seus 25 milhões de habitantes, tendo rejeitado ofertas de vacinação da Organização Mundial da Saúde, China e Rússia.

O sistema de saúde em ruínas da Coreia do Norte teria dificuldades para lidar com um grande surto de vírus, disseram especialistas.

A Coreia do Norte está cercada por países que lutaram - ou ainda estão lutando para controlar - surtos significativos de Omicron.

A Coreia do Sul, que tem altas taxas de vacinação, aliviou recentemente quase todas as restrições do Covid-19, com casos em queda acentuada após um pico alimentado pela Omicron em março.

🟢Confira  Últimas Notícias 🌎


🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem