Camarões lutando para conter surto de cólera
Maceió-AL

Siga-nos

Camarões lutando para conter surto de cólera

YAOUNDÉ, CAMARÕES — 
Camarões está lutando para conter um surto de cólera que adoeceu 6.000 pessoas com a bactéria e matou quase 100 desde fevereiro. As autoridades enviaram os ministros da saúde e da água para as áreas afetadas e começaram a colocar em quarentena os pacientes de cólera para evitar que ela se espalhe.

ARQUIVO - Um hospital regional é visto em Bafoussam, Camarões, 20 de setembro de 2021. O país luta com um surto de cólera, com milhares de pessoas infectadas e quase cem casos fatais relatados.
ARQUIVO - Um hospital regional é visto em Bafoussam, Camarões, 20 de setembro de 2021. O país luta com um surto de cólera, com milhares de pessoas infectadas e quase cem casos fatais relatados.


O Ministério da Saúde Pública de Camarões disse que o número de pacientes com cólera recebidos em hospitais está crescendo a cada dia.


Na cidade litorânea de Limbe, apenas na semana passada, 200 dos 300 pacientes foram tratados e receberam alta do hospital do governo.

Filbert Eko, o funcionário de mais alto escalão da região sudoeste de Camarões, onde Limbe está localizado, disse que a região foi a mais atingida pela cólera, com mais de 800 casos desde fevereiro, forçando a quarentena de pacientes para evitar a propagação da doença.

"O centro de tratamento será separado do hospital e do público. Nenhum estranho terá acesso aos pacientes", disse Eko. "Não queremos contato entre as famílias e os pacientes. Estamos nos empenhando, buscando recursos para alimentar esses pacientes gratuitamente."

O Ministério da Saúde Pública de Camarões diz que muitos dos doentes de cólera não vão aos hospitais, buscando apenas curas tradicionais, e acabam morrendo em casa, embora não sejam fornecidos números oficiais.

As autoridades de saúde estão pedindo aos curandeiros tradicionais que encaminhem seus pacientes de cólera para o hospital mais próximo.

Linda Esso, diretora de epidemias e pandemias do Ministério da Saúde Pública de Camarões, disse que a cólera se espalhou para mais de 40% das principais cidades, incluindo a capital, Yaoundé, a capital econômica, Douala, e cidades comerciais ocidentais como Buea, Limbe e Bafoussam. Esso disse que dezenas de vilarejos relataram casos de cólera e todo o país está ameaçado pelo surto. Ela disse que a população deve ter muito cuidado e se proteger porque pessoas contaminadas podem estar espalhando a doença sem saber.



🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui

O presidente de Camarões, Paul Biya, despachou os ministros da saúde e água esta semana para as áreas afetadas pela cólera para avaliar a situação.

Os dois ministros culparam a escassez de água potável nas cidades e vilarejos, provocada pela longa estação seca, pelo aumento das infecções por cólera.

Eles disseram que a equipe médica aumentou nas áreas e cerca de 30 novos banheiros públicos foram construídos em Limbe, Buea e Douala para melhorar a higiene pública. Os ministros pediram ao público que pare de defecar a céu aberto e em córregos.

O ministro da Água de Camarões, Gaston Eloundou Essomba, disse que as autoridades também estão fornecendo água potável para vilarejos e cidades atingidos pelo surto. Ele disse que pediu à Companhia de Distribuição de Água de Camarões (CAMWATER) para garantir que os caminhões transportem água regularmente e gratuitamente para cidades e vilarejos que não têm água encanada. Ele disse que a empresa de distribuição de água deve tratar imediatamente a água em todos os poços comunitários e familiares para garantir que o público tenha água potável de qualidade.


🟢Confira  Últimas Notícias 🌎

O ministro da saúde pública de Camarões, Manaouda Malachie, diz que a Nova Prisão de Bell de Douala se tornou um epicentro da cólera.

Ele disse que a higiene foi melhorada na prisão, mas não disse quantos dos mais de 6.000 detentos foram infectados ou morreram da bactéria.

Camarões sofre de frequentes surtos de cólera. Um dos piores , em 2011, infectou mais de 23 mil pessoas e matou mais de 800.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem