Maceió-AL

CHP anuncia caso positivo com contaminação de cepa vacinal

Veja também

    

CHP anuncia caso positivo com contaminação de cepa vacinal
  CHP anuncia caso positivo com contaminação de cepa vacinal -HONG KONG

     O Centro de Proteção à Saúde (CHP) do Departamento de Saúde (DH) disse hoje (8 de janeiro) que de acordo com o resultado do teste do Departamento de Serviços de Laboratório de Saúde Pública do DH (PHLSB) para confirmação de um caso com resultado positivo para SARS-CoV -2 vírus, indica que a amostra foi possivelmente contaminada pela cepa da vacina. Como a amostra foi retirada por um médico particular, o CHP visitou a clínica em questão com um especialista para entender a situação. O resultado inicial revelou que os resultados positivos do teste da amostra não foram causados ​​por infecção. Portanto, o caso relevante não será classificado como infecção pelo vírus SARS-CoV-2.

     O caso envolve uma paciente de 53 anos que mora no Bloco B, The Crescent, na Ho Man Tin Hill Road 13, Ho Man Tin, sem histórico recente de viagens. Ela recebeu três doses de vacinação COVID-19 (CoronaVac) em Hong Kong. Ela participou de um banquete no Reserva Ibérica Tapas Bar & Restaurant, Shop 10, 1 / F, Causeway Center, 28 Harbour Road, Wan Chai na noite de 3 de janeiro. Ela é assintomática. Seu familiar, que é um médico particular, retirou uma amostra dela em 6 de janeiro com um kit de teste que estava armazenado na clínica do médico. A clínica oferece vacinação COVID-19 (CoronaVac) para o público.

     A amostra teve um teste preliminar positivo em um laboratório privado com um valor Ct de 35/36. O teste pelo PHLSB confirmou que a amostra não carrega as cepas mutantes N501Y, L452R, E484K ou T478K, mas carrega a cepa D614D que é compatível com a cepa da vacina SARS-CoV-2. Os dois resultados dos testes para o vírus após a internação no hospital foram negativos e ela não apresentava quaisquer condições que pudessem ser causadas por uma infecção real.

Universidade de Hong Kong

     Em relação aos resultados dos testes acima, o CHP conduziu uma inspeção do local na clínica do médico mencionada acima com um especialista da Universidade de Hong Kong. Ficou sabendo que o médico aplicou a injeção da vacina COVID-19 em 13 clientes no dia 6 de janeiro, e existe a possibilidade de que o ambiente tenha sido contaminado com a vacina.

 Contaminação da cepa vacinal


     Após examinar os achados clínicos, epidemiológicos e laboratoriais, o CHP considerou que o caso é compatível com a contaminação da cepa vacinal e, portanto, não será classificado como um caso de infecção pelo vírus SARS-CoV-2. A ordem de quarentena de seus contatos próximos será suspensa.


 Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>