Maceió-AL

Papa diz que violência doméstica é "quase satânica"

ROMA (AP) - O Papa Francisco denunciou a violência doméstica contra a mulher como “quase satânica” e disse que os pais nunca deveriam bater nos filhos.
O Papa Francisco, emoldurado por uma árvore de Natal, acena para os fiéis enquanto faz a oração do meio-dia do Angelus na Praça de São Pedro no Vaticano, domingo, 19 de dezembro de 2021. (Foto AP / Gregorio Borgia)
O Papa Francisco, emoldurado por uma árvore de Natal, acena para os fiéis enquanto faz a oração do meio-dia do Angelus na Praça de São Pedro no Vaticano, domingo, 19 de dezembro de 2021. (Foto AP / Gregorio Borgia)


Francisco fez os comentários em um encontro televisionado com uma mulher abusada que recentemente fugiu de sua casa com seus quatro filhos. O encontro foi transmitido na noite de domingo no programa TG5 da rede privada Mediaset e também incluiu imagens de Francis interagindo com uma mulher sem-teto, um prisioneiro e um estudante.

A mulher abusada contou sua história ao papa e perguntou-lhe como ela poderia encontrar sua dignidade depois que ela e seus filhos sofreram tanta violência.
Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem