{ads}

Vídeo : era impossível realizar a correta etiqueta respiratória no Carnaval

Leia outros artigos :

Gotículas de Flügge, também chamadas Gotículas de Pflugge são partículas líquidas expelidas para o ar quando uma pessoa fala, tosse ou espirra. Contém sempre agentes patogénicos, a virulência dos quais depende do estado de saúde da pessoa que expele as gotículas
Espirro :Uma explosão súbita de ar ou muco expelido da boca e do nariz.
Gotículas de Flügge, são partículas líquidas expelidas para o ar quando uma pessoa fala, tosse ou espirra. Contém sempre agentes patogênicos, a virulência dos quais depende do estado de saúde da pessoa que expele as gotículas


Um vídeo divulgado pelo Ministério da Saúde na campanha nacional de prevenção contra o vírus da Gripe, mostra os cuidados que devemos ter com a higiene das mãos ,e a importância de existir um padrão de etiqueta respiratória não somente durante o combate a epidemia por influenza . O conteúdo do vídeo também poderia ser usado para alertar a população em época de pandemia por coronavírus, já que existe similaridade na forma de transmissão desses vírus, além do mesmo incentivar  hábitos saudáveis que evitam as demais infecções respiratórias e bacterianas. Cenas comuns do dia a dia  exemplificam como somos responsáveis por nossa e a saúde da comunidade.

Informação sobre saúde,nunca é demais

Por que o Governo Federal, e o Ministério da Saúde do Brasil não veiculou um vídeo semelhante para alertar a população sobre os riscos de transmissão  do novo coronavírus e  a sua possível, e quase certa entrada no país, no período pré- Carnaval e durante a maior festa mundial ,onde multidões se reuniram em festejos?

Como ter uma correta etiqueta respiratória no meio da multidão de um bloco carnavalesco ,shows,desfiles de escolas de samba ou atrás do trio elétrico?

Logicidade era a propagação do vírus durante o Carnaval


Menos de 24h após o encerramento do carnaval,a mídia começou a veicular minutos de informações sobre o coronavírus ,em vez de segundos durante todo o período momesco!

Em 27 de janeiro , realizei uma postagem cujo título é:Repensar o Carnaval e refletir sobre possível pandemia por coronavírus , que discorre sobre os fatores que propiciam a infecção viral, não só do COVID-19,mas também influenciam outras doenças.
Continuo falando sobre o tema em outra postagem de 24 de fevereiro : Lucro mortal : Surto de coronavírus e a indústria multimilionária do carnaval , onde escrevo sobre a saúde que está definitivamente entre as questões mais relevantes relacionadas ao processo migratório e seus fatores , segurança nacional e os patógenos. Há um link nessa postagem, para uma reflexão sobre o Coronavírus e outras doenças que causam preocupação no Carnaval . Nessa postagem há uma análise sobre algumas dessas patologias que são potencialmente exacerbadas neste período,outras que poderão acarretar surtos epidêmicos ,e ainda apresento algumas informações sobre a importância da vacinação e dos cuidados sobre hábitos saudáveis no período de folia Carnavalesca, além dos eventos que cursam com grandes multidões que foram cancelados no mundo em decorrência do surto pandêmico do coronavírus COVID-19.
Outra postagem,com data de 21 de fevereiro, comento sobre a semelhança da história do Cavalo de Troia, e a entrada do coronavírus no Brasil no período do Carnaval - Cavalo de Troia : carnaval deveria ter sido cancelado ou pelo menos adiado .
Finalizo realizando uma pergunta, por meio da primeira postagem em 16 de fevereiro : Foi possível ter um padrão correto de etiqueta respiratória em meio a folia no Carnaval ? 

Vejamos o que é etiqueta respiratória?

Orientações para a etiqueta respiratória 

  • Na hora de tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz com a parte interna do braço; 
  • Utilize lenços de papel descartáveis e jogue no lixo depois do uso; 
  • Lave frequentemente as mãos com água e sabão ou use álcool em gel;
  • Não compartilhe alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal;
  • Evite ambientes fechados e com aglomeração de pessoas.

Espero que reflitam sobre a gravidade desse novo vírus, onde a população mundial não tem nenhuma imunidade ao mesmo, por ser uma estirpe viral nova. Que as palavras  de Caitlin Rivers, PhD Professora assistente no Johns Hopkins Center for Health Security),sobre surto de coronavírus nos EUA possam iluminar o nosso pensar

"Em um esforço para demonstrar que a maioria das pessoas com COVID-19 tem uma doença leve, acho que esquecemos que provavelmente todos nós temos um ente querido com uma condição de saúde em maior risco. Todos nós podemos fazer mais para ajudar a manter essas pessoas saudáveis."


O Ministro da Saúde antes do Carnaval

por Natália Cancian, em 06 de fevereiro de 2020

"O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, descartou nesta quinta-feira (6) ações específicas para o Carnaval devido ao novo coronavírus. Em seguida, porém, recomendou a estados que orientem medidas de "etiqueta respiratória" comuns para evitar outras doenças. "Carnaval é vida que segue. O que estamos colocando é etiqueta respiratória. Lavar as mãos várias vezes ao dia, se for espirrar, colocar o cotovelo na frente. Tentar falar isso no Carnaval a gente fala, que a pessoa tem que ter um pouco mais de etiqueta [respiratória] no Carnaval. Mas não conheço ainda o impacto disso", disse ao ser questionado por secretários de saúde"
Print da entrevista de Mandetta a Folha de São Paulo
Print da entrevista de Mandetta a Folha de São Paulo



"Mandetta descartou a possibilidade de campanhas específicas no momento devido ao novo coronavírus. "Seria um gasto de uma situação que ainda não se põe", diz. Mesmo sem casos confirmados de coronavírus, representantes do Ministério da Saúde se reuniram nesta quinta com secretários de saúde e estados e capitais para discutir ações para controle."
Print da entrevista do Ministro da Saúde ao site da Folha de SP
Print da entrevista do Ministro da Saúde ao site da Folha de SP



  Vídeo veiculado na campanha nacional contra a Gripe poderia ter sido adaptado e utilizado em campanha de prevenção contra o Coronavírus ( COVID-19), devido a similaridade de transmissão existente entre os vírus ( coronavírus e a influenza)


Espero que no próximo ano nenhuma família possa ter que vivenciar a letra dessa tão conhecida música!
Atrás do trio elétrico
Só não vai quem já morreu
Quem já botou pra rachar aprendeu
Que é do outro lado, do lado de lá
Do lado que é lá do lado de lá

Por hoje é só!

Mário Augusto



Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.