Maceió-AL

Isso era o esperado ! casos de febre amarela sobem 62% após o carnaval

Veja também

Isso era o esperado ! casos de febre amarela sobem 62% após o carnaval

As notificações de casos de febre amarela aumentaram 62% nos dias seguintes ao carnaval, de acordo com dados do Ministério da Saúde da Saúde do Brasil.


print post ar news

Postagem do Blog AR NEWS: Surto Epidêmico de Febre Amarela segue trajetória do aedes durante o carnaval 



No dia 21 de fevereiro de 2017, na postagem : Surto Epidêmico de Febre Amarela segue trajetória do aedes durante o carnaval , o Blog AR NEWS já alertava com antecedência sobre essa possibilidade do aumento de casos da doença durante o período do carnaval . 


O alerta também foi dado em fevereiro de 2018 pelo Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC ):"A transmissão da febre amarela pode afetar as áreas urbanas no Brasil, aumentando o risco para os viajantes, especialmente durante o Carnaval" 


No gráfico abaixo do MS Brasil, observamos uma maior tendência de crescimento das notificações de casos de Febre Amarela no período pós-carnaval: entre os dias 17 e 24 de fevereiro.


notificações da FA
 Notificações de casos de Febre Amarela

Discorrendo sobre o tema,o Blog AR NEWS enumerou a época algumas causas da manutenção e progressão do surto epidêmico da doença, além das medidas necessárias para conter o avanço da febre amarela



  • O alto índice de infestação do aedes nas cidades em áreas urbanas
  • A distribuição do Aedes Aegypti em todo o Brasil 
  • Falta de conscientização da população com a manutenção dos criadouros de mosquitos 
  • Urge aplicar o que preconiza o artigo 132 do Código Penal que prevê pena de até um ano de prisão para quem “expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto iminente” .
  • Precariedade do sistema de saneamento básico ,coleta de lixo etc 
  • Movimentos da população que se produzem dentro do próprio país durante e após o carnaval 
  • Falta de vacinação: Pessoas que não se vacinaram devido as contraindicações 
  • Período inferior a 10 dias para o início da proteção, contra o vírus da Febre Amarela,com deslocamento humano para áreas onde há indicação para a vacinação.
  • O Estado cumprir fielmente o Artigo 196 da Constituição Federal de 1988 : A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.( Falta de leitos de UTI,material hospitalar,, estrutura médica e de profissionais da área da saúde,de gestão,de informação , falta de agilidade no diagnóstico e tratamento dos pacientes bem evidenciado pelo número de óbitos que estão ocorrendo no país,bem superior as mortes ocorridas em 2000 - 40 óbitos em todo o Brasil , etc) 
  • O Aedes Aegypti pode ser considerado um importante fator de risco exógeno durante o carnaval e um hábil vetor da Febre Amarela Urbana. 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>