{ads}

Surto de Botulismo em Bordéus, França: relatório dos casos durante a Copa do Mundo de Rugby

Leia outros artigos :

bactéria C. botulinum.

O botulismo é uma doença grave causada pelas toxinas produzidas pela bactéria Clostridium botulinum. Essa bactéria é encontrada em solo e poeira e pode contaminar alimentos mal processados, enlatados ou preservados inadequadamente. Existem várias formas de botulismo, incluindo botulismo alimentar, botulismo infantil (associado ao consumo de esporos de C. botulinum em crianças com menos de um ano de idade) e botulismo por ferimentos (causado pelo crescimento da bactéria em feridas).

A toxina botulínica é uma neurotoxina que interfere na comunicação entre os nervos e os músculos, levando à fraqueza muscular progressiva, dificuldade para engolir, visão embaçada, fala arrastada, ptose (queda da pálpebra) e, em casos graves, paralisia respiratória. Os sintomas podem começar algumas horas após a ingestão de alimentos contaminados ou até vários dias depois.

O tratamento do botulismo envolve a administração precoce de antitoxinas específicas para neutralizar as toxinas circulantes no corpo. Além disso, os pacientes podem precisar de suporte respiratório com ventilação mecânica se a paralisia muscular afetar os músculos respiratórios.

Devido à gravidade do botulismo, é fundamental adotar práticas seguras de preparação, conservação e armazenamento de alimentos para evitar a contaminação pela bactéria C. botulinum.

Surto de Botulismo de Origem Alimentar durante a Copa do Mundo de Rugby em Bordéus, França


Em setembro de 2023, um surto de botulismo de origem alimentar afetou um total de 15 indivíduos, incluindo um caso fatal, em Bordéus, França, durante a realização da Copa do Mundo de Rugby. Este relatório se concentra nas descrições clínicas de oito pacientes tratados no Hospital Universitário de Bordéus, na identificação laboratorial da neurotoxina botulínica tipo B (BoNT), e nas medidas de controle adotadas para conter o surto.

Descrições dos Casos:


O surto começou em 6 de setembro de 2023, quando o primeiro paciente foi internado com sintomas que incluíam paralisia oculomotora bilateral, midríase, ptose, náuseas, vômitos e necessidade de ventilação mecânica.

Suspeitou-se inicialmente da síndrome de Guillain-Barré, mas o botulismo também foi considerado.

Entre 9 e 10 de setembro, dois pacientes adicionais apresentaram sintomas semelhantes, e todos os três haviam consumido sardinhas em lata caseiras no mesmo bar/restaurante em Bordéus.

As autoridades de saúde foram notificadas, e até 12 de setembro, cinco pacientes adicionais com sintomas de botulismo foram hospitalizados no mesmo hospital.

No total, oito casos foram tratados, envolvendo pacientes do Canadá, França, Irlanda e EUA, sendo a maioria do sexo feminino e com menos de 50 anos. A mediana do atraso entre o consumo das sardinhas e o início dos sintomas foi de 13 horas. Seis dos oito pacientes precisaram de ventilação mecânica invasiva, com uma mediana de 25 horas entre o início dos sintomas e a intubação orotraqueal.

Confirmação Laboratorial de Botulismo:


Soros dos oito casos hospitalizados foram coletados e enviados para análise de BoNT.
BoNT tipo B foi confirmado em dois casos, enquanto em outros três, a suspeita de BoNT foi forte, mas não pôde ser confirmada.
As amostras de fezes ou esfregaços retais de pacientes também foram testadas, com a detecção de Clostridium botulinum tipo B em quatro casos.

Medidas de Controle de Saúde Pública:


Assim que houve suspeita do surto, medidas foram implementadas para remover os alimentos suspeitos do restaurante e conduzir análises bacteriológicas.

Um alerta nacional foi enviado a profissionais de saúde e à população, recomendando que pessoas com sintomas de botulismo após visitar o restaurante entre 4 e 10 de setembro de 2023 procurassem atendimento médico.

O Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) foi notificado pelas autoridades de saúde francesas para avaliar possíveis riscos fora da França.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) também foi notificada das ocorrências.

Discussão e Conclusão:

O botulismo é uma doença neuroparalítica rara e potencialmente grave causada por neurotoxinas botulínicas, frequentemente associada a alimentos mal processados.
É importante notificar prontamente os casos suspeitos de botulismo para acionar investigações imediatas e controlar o surto.
O tratamento com antitoxina botulínica pode interromper a progressão da paralisia e prevenir a insuficiência respiratória, desde que seja administrado precocemente.
Este surto de botulismo destaca a importância do diagnóstico e notificação rápidos, bem como da vigilância contínua para evitar casos graves e fatais de botulismo de origem alimentar.
AR News
Continue a leitura do texto após o anúncio:
Confira>> Últimas Notícias 🌎

Siga-nos


📙 GLOSSÁRIO:

🖥️ FONTES :
Com Agências :

NOTA:
O AR NEWS publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do AR NEWS NOTÍCIAS.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️
Continue a leitura no site após o anúncio:

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não faça spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.