Dois casos autóctones fatais de malária em Bruxelas importado através do aeroporto
Maceió-AL

Siga-nos

Dois casos autóctones fatais de malária em Bruxelas importado através do aeroporto

Dois casos autóctones fatais de malária de aeroporto, Bélgica, 2020 
mosquito
mosquito


Relatamos uma investigação de surto de dois casos fatais de malária autóctone por Plasmodium falciparum que ocorreu na Bélgica em setembro de 2020. 

Várias hipóteses da fonte potencial de infecção foram investigadas. A via de transmissão mais provável foi através de um mosquito Anopheles exótico infeccioso que foi importado através do aeroporto internacional de Bruxelas ou do aeroporto militar Melsbroek e infectou os casos que viviam a 5 km dos aeroportos..
🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui

Com base na análise genômica dos parasitas coletados nos dois casos, a origem mais provável do Plasmodium foi Gabão ou Camarões. Além disso, os parasitas coletados dos dois pacientes belgas eram idênticos por descendência, o que sustenta a suposição de que as duas infecções se originaram da picada do mesmo mosquito, durante a alimentação interrompida. 
🟢Confira  Últimas Notícias 🌎

Embora a malária de aeroporto continue sendo um evento raro, tem implicações significativas, particularmente para o paciente, pois o diagnóstico tardio ou não da causa da doença geralmente resulta em complicações e mortalidade. Portanto, para evitar resultados tão graves ou fatais, sugerimos uma série de ações de saúde pública, incluindo maior conscientização entre os profissionais de saúde, especialmente aqueles que trabalham nas proximidades dos aeroportos, e maior vigilância de espécies exóticas de mosquitos nos aeroportos

Leia aqui
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem