Maceió-AL

A subvariante do Omicron BA.2 é 30% mais letal

Veja também

Sua subvariante BA.2 é 30% mais letal que o Omicron, relatório dos principais especialistas

Sua subvariante BA.2 é 30% mais letal que o Omicron, relatório dos principais especialistas




🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui

      Os principais especialistas emitiram um alerta sobre a subvariante BA.2, chamando-a de 30% mais agressiva que a Omicron. 

O cientista de saúde pública americano Eric Liang Feigl-Ding compartilhou seus dados sobre a subvariante BA.2 da variante Omicron altamente transmissível do vírus SARS-CoV-2. Ele disse que o BA.2 está se tornando ativo na Europa e em outros países e começou a espalhar a infecção mais rapidamente do que outras variantes.

Ele disse que a taxa de crescimento de BA.2 também é de 125% por semana, o que é muito rápido. Muito em breve será o mais eficaz ultrapassando as outras variantes. Globalmente, BA.1 foi responsável por  98,8% dos casos sequenciados submetidos ao banco de dados público de rastreamento de vírus GISAID em 25 de janeiro, mas de acordo com a Organização Mundial da Saúde, vários países viram um aumento recente na subvariante conhecida como BA.2. Especialistas disseram que, como outras variantes, a infecção com BA.2 pode ser detectada com kits de teste caseiros de coronavírus, embora não possam dizer qual variante é responsável.

Além de BA.1 e BA.2, a OMS lista duas outras subvariantes BA.1.1.1.529 e BA.3 sob o guarda-chuva da Omicron. Todos estão intimamente relacionados geneticamente, mas cada um tem mutações que podem mudar seu comportamento. Trevor Bedford, virologista computacional do Fred Hutchinson Cancer Center que acompanha a evolução do SARS-CoV-2, escreveu no Twitter que o BA.2 é responsável por cerca de 82% dos casos na Dinamarca, 9% no Reino Unido e 8% no  mundo.
  🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>