Maceió-AL

Guerra na Ucrânia: mais 200 corpos encontrados no porão de Mariupol

Veja também

Guerra na Ucrânia: 200 corpos encontrados no porão de Mariupol enquanto as tropas russas intensificam os esforços para cercar Severodonetsk

AR NEWS NOTÍCIAS 24 de maio de 2022
Os corpos de 200 pessoas foram encontrados dentro de um porão em Mariupol, disseram autoridades locais.
Uma maternidade foi um dos prédios atacados em Mariupol. Foto: AP
Uma maternidade foi um dos prédios atacados em Mariupol. Foto: AP


Trabalhadores cavando os escombros de um prédio de apartamentos fizeram a terrível descoberta, com o número de vítimas encontradas tornando-o um dos ataques mais mortais da guerra.

Um conselheiro do prefeito da região, Petro Adryushchenko, disse que os corpos estavam se decompondo e um "fedor" cobria a área circundante.
🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui

"A cidade se transformou em um cemitério contínuo", disse ele em um post online, acrescentando que um "morgue improvisado" foi montado para lidar com "um grande número de cadáveres".

É o mais recente horror a vir à tona na importante cidade portuária, que tem sido um alvo importante para as forças russas desde que sua invasão começou há três meses.
🟢Confira  Últimas Notícias 🌎

Estacionados na siderúrgica Azovstal, que rapidamente se tornou um ponto focal na guerra, os 2.500 soldados foram considerados os últimos a combater as forças russas na área.

As tropas russas já ocuparam o resto da cidade, onde cerca de 100 mil pessoas permanecem, muitas delas presas durante o cerco com pouca comida, água, aquecimento ou eletricidade.

Autoridades ucranianas disseram que pelo menos 21.000 pessoas foram mortas durante a batalha por Mariupol, com ataques realizados em lugares como uma maternidade e um teatro.

O país acusou a Rússia de tentar encobrir os horrores de seus ataques trazendo equipamentos móveis de cremação e enterrando os mortos em valas comuns.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, acusou as forças russas de travar uma "guerra total" e tentar infligir o máximo de morte e destruição possível.

"De fato, não há uma guerra como essa no continente europeu há 77 anos", disse Zelenskyy, referindo-se ao fim da Segunda Guerra Mundial.

Rússia 'aumentou a intensidade' das operações

Enquanto isso, a Rússia fez alguns "sucessos localizados" em sua tentativa de assumir o controle da região oriental de Donbas, com Severodonetsk e cidades vizinhas a única parte da região de Luhansk ainda sob controle ucraniano.

O Ministério da Defesa do Reino Unido disse que a Rússia "aumentou a intensidade de suas operações" na área, mas houve "forte resistência ucraniana".

"A captura do bolsão de Severodonetsk pela Rússia colocaria todo o Oblast de Luhansk sob ocupação russa", acrescentou.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
–>