Continuam os três , O bom combate , Fidelidade às favas e as Pílulas do Pedro
Maceió-AL

Siga-nos

Continuam os três , O bom combate , Fidelidade às favas e as Pílulas do Pedro

PARA REFLETIR
Na política, existem apenas duas coisas imutáveis: a ingenuidade dos eleitores e a desonestidade dos políticos.

Jornalista Pedro Oliveira
Jornalista Pedro Oliveira


Continuam os três 

Estou finalizando a coluna nesta quinta feira e como todos os dias temos novidades na politica local, posso estar sendo “furado” ao ser publicada no sábado. Mas até hoje o embate será mesmo entre três nomes para o governo do estado. Paulo Dantas, Rodrigo Cunha e Rui Palmeira. O resto é tudo “poca urna” e figuração. 
O alagoano não poderá dizer que “não teve opção para votar”. Se apresentam três nomes já testados em eleições anteriores e conhecidos do eleitorado. Vamos aguardar suas propostas e os planos para fazer Alagoas, continuar crescendo.
 
O bom combate 

Ontem foi o prazo final para a desincompatibilização para todos os agentes públicos que se candidatam nas próximas eleições. No caso nosso, aqui em Alagoas, quase o governo inteiro está saindo para disputar o voto, para lhes assegurar uma vaga na Assembleia Legislativa, ou na Câmara dos Deputados. O governador também sai, para brigar pela única vaga para o Senado, ocupada hoje por Fernando Collor. Vai ser uma briga acirrada e animada. Será?

🔵 Acompanhe nosso blog site no Google News  para obter as últimas notícias 📰 aqui

Mulheres na Assembleia 

Na atual legislatura da Assembleia Legislativa as mulheres ocupam um número de cadeiras nunca alcançado. E não são apenas cadeiras ocupadas, mas com atuação efetiva no plenário e nas comissões. Entre elas duas se destacam por suas formações, cultura e protagonismo político, as deputadas Jo Pereira e Fátima Canuto, por suas lideranças robustas e apoios em grande parte dos municípios, juntas com Ângela Garrote, com liderança própria na região Agreste. As deputadas Flávia Cavalcante e Cibele Moura, que venceram a eleição, ambas sem capilaridade política, mas através dos votos dos seus pais (Cicero Cavalcante e Abraão Moura), desempenham mandatos razoáveis e poderão conseguir a reeleição.
🟢Confira  Últimas Notícias 🌎

Fidelidade às favas

Nestes últimos dias de janelas partidárias, federações, coligações e coisa e tal, qualquer questão que se chame ideológica ou fidelidade está fora de contexto. Agora é um “salve-se quem puder” e cada um está procurando um lugar para chamar de seu. Segundo um velho político jacaré vai se juntar com cobra d’água e no final vamos ver coisas que até o diabo duvidava. Você pensa que já viu tudo? Aguarde só pra ver.

Pílulas do Pedro

Maurício Quintella até o fechamento da coluna ainda não havia batido o martelo. Deputado federal ou estadual. Para onde for será vencedor.

Rui Palmeira caminha firme para a disputa ao cargo de governador. Está montando chapa competitiva. Tem destino e vocação política.
🔴Reportar uma correção ou erro de digitação e tradução :Contato ✉️

Coluna Pedro Oliveira


Jornalista e escritor. Articulista político . Pós graduado em Ciências Políticas pela UnB. É presidente do Instituto Cidadão, membro da União Brasileira de Escritores e da Academia Palmeirense de Letras. 
Pedro Oliveira - https://resumopolitico.com.br/.
Avenida Fernandes Lima 1513/504 - Farol
Maceió - AL
(82) 3338.1756 (82) 8141.2500

Atenção: Este é um texto pessoal da Coluna do Jornalista Pedro Oliveira, e as visões desta matéria não necessariamente refletem a opinião do Blog Site AR NEWS

Veja também:

© Acabou o poder, acabou a pose - A hora da traição
FONTE: https://www.arnewsnoticias.com/2022/04/acabou-o-poder-acabou-pose-hora-da-traicao.html

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem